quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Pense nisso

(clique para ampliar)

Quebrantado - Vineyard


Resgatado

…Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. —Atos 16:31
Manuel Gonzalez foi o primeiro socorrista a alcançar os 33 mineiros presos por 69 dias na explosão em uma mina chilena, em 2010. Sob o enorme risco à sua própria vida, ele desceu cerca de 610 metros da terra para trazer os homens presos de volta à superfície. O mundo assistiu maravilhado como cada mineiro, um por um, foi resgatado e transportado à liberdade.
A Bíblia nos relata um resgate ainda mais maravilhoso. Pela desobediência de Adão e Eva, toda a humanidade está presa no pecado (Gênesis 2:17; 3:6,19; Romanos 5:12). Incapaz de libertar-se, cada pessoa enfrenta a morte certa — física e eterna. Mas Deus providenciou um Redentor — Jesus Cristo, o Filho de Deus. Todos os que aceitam o presente gratuito da salvação oferecida por meio de Sua morte e ressurreição são libertos das garras do pecado e do consequente castigo da morte (Romanos 5:8-11; 10:9-11; Efésios 2:1-10).
Jesus Cristo é “…primícias dos que dormem” (1 Coríntios 15:20). Ele foi o primeiro a ressuscitar dentre os mortos, para nunca mais morrer. Da mesma maneira, todos os que colocam sua fé em Cristo receberão vida (Romanos 8:11).
Você ainda está preso nas armadilhas dos seus pecados? Aceite o presente da salvação de Jesus e desfrute a liberdade de uma vida em Cristo e a eternidade com Ele (Atos 16:31; Efésios 2:1; Colossenses 2:13).
Por intermédio da Sua cruz, Jesus resgata e redime.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Carnaval 2013

(clique para ampliar)


O Carnaval está chegando e você ainda não sabe o que fazer? Seus problemas acabaram. Participe do nosso acampamento. Serão quatro dias de muito descanso, conversas, comunhão e, claro, adoração. Corra e garanta já sua vaga. Não deixe para a última hora. Para mais informações clique aqui. 

Pense Nisso

(clique para ampliar)

(...) Bem-aventurados todos aqueles que nele confiam. Salmos 2:12b

Torre forte - André valadão e Mariana Valadão


Irrefreável


Então o Senhor abriu os olhos a Balaão, ele viu o Anjo do Senhor, que estava no caminho… —Números 22:31
Abaixo. Acima. Em volta. Através. Nada irá me impedir de fazê-lo. Ouço com freqüência as pessoas expressarem esse tipo de atitude quando elas têm uma idéia ou vêem uma oportunidade que lhes pareça boa ou vantajosa. Dedicam todos os seus recursos para conquistá-la.
Como evidência de que esta maneira de pensar possa ser falha, chamo uma jumenta como minha testemunha — uma que pertence a um homem chamado Balaão.
Um rei vizinho ofereceu a Balaão uma tarefa vantajosa, e ele perguntou a Deus se lhe era permitido aceitá-la (Números 22). Quando Deus disse não, os representantes do rei fizeram uma oferta melhor. Pensando que Deus poderia ter mudado de idéia, Balaão perguntou novamente. Deus permitiu a Balaão ir com os representantes, mas sob rigorosas condições. Deus conhecia o coração de Balaão e não estava contente com ele, portanto o Senhor colocou o Seu anjo no caminho. Balaão não podia ver o anjo, mas sua jumenta podia. Quando a jumenta recusou-se a continuar, Balaão irritou-se com o animal por bloquear o seu caminho.
A história de Balaão nos ensina que nem todo obstáculo foi feito para ser superado. Alguns são colocados por Deus para nos proteger de fazer algo tolo. Quando nossos planos são dificultados, não deveríamos presumir que é Satanás tentando nos parar. Pode ser Deus tentando nos proteger.
Deus está sempre nos protegendo — mesmo quando não percebemos que precisamos.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

Aclame ao Senhor - André Valadão, Thalles Roberto e Gabriela Rocha


Burocracia


…por intermédio de quem [Jesus] obtivemos […] acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; […] na esperança da glória… —Romanos 5:2
A expressão “fita vermelha” descreve a irritante maneira como a burocracia impede as coisas de ficarem prontas. Originalmente, a frase refere-se à prática comum de prender documentos oficiais com uma fita vermelha. No anos iniciais do século 19, o termo foi popularizado pelos escritos de um historiador escocês Thomas Carlyle, que protestava contra as procrastinações do governo. Após a Guerra Civil Americana, o problema da “fita vermelha” ressurgiu à medida que os veteranos da guerra lutaram para receber os seus benefícios. O termo denota frustração e desapontamento devido aos penosos obstáculos levantados para alcançarem os seus objetivos.
A fita vermelha e burocrática é quase lendária, mas há um lugar no universo onde ela nunca se aplica — o trono de Deus. No livro de Romanos 5:2, Paulo fala de Cristo, “…de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes…” Quando nossos corações estão partidos ou as nossas vidas atribuladas, não há burocracia que dificulte o nosso acesso a Deus. Jesus Cristo pavimentou o caminho de maneira que podemos ter acesso para entrar confiadamente na presença do Rei do céu (Hebreus 4:16).
Lembre-se, quando seu coração estiver ferido, você não terá que cortar muitas fitas vermelhas para apresentar suas necessidades a Deus. Por meio de Cristo, temos acesso completo e imediato.
O trono de Deus está sempre acessível aos Seus filhos.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pequeno Grupo




Jovem, venha participar do nosso pequeno grupo que acontece toda terça feira sempre as 20 horas. Durante algumas horas conversamos, trocamos experiências, cantamos, rimos e claro, oramos. 

Nesta semana nosso encontro acontecerá na casa do Gustavo. Caso você queira participar e não sabe qual é o endereço, vamos nos encontrar na porta da igreja as 19h40. 

TODOS estão convidados. 

Pense Nisso

(clique para ampliar)

'Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará." Salmos 1:3

Guia-me - Daniela Araújo


Os bons velhos tempos


Lembro-me dos dias de outrora… —Salmo 143:5
Às vezes nossas mentes voltam nos anos e anseiam por aqueles momentos e lugares que foram melhores — “os bons velhos tempos”.
Mas para alguns, o passado abriga apenas memórias amargas. Nas profundezas da noite, eles ponderam suas próprias falhas, desilusões e fantasias, e pensam em como a cruel mão da vida os tratou.
É melhor relembrar o passado como Davi fez, contemplando os benefícios que Deus fez, “…penso em todos os teus feitos e considero nas obras das tuas mãos” (Salmo 143:5). Ao trazermos à mente a bondade do Senhor, podemos ver Suas bênçãos através dos anos. Estas são as memórias que fortalecem o bem mais elevado, pois evoca um profundo desejo por mais de Deus e mais do Seu suave cuidado. Elas transformam o passado em um lugar de familiaridade e comunhão com o nosso Senhor.
Ouvi uma história sobre uma senhora idosa que sentava em silêncio por horas em sua cadeira de balanço, as mãos dobradas em seu colo, olhos perdidos à distância. Um dia sua filha perguntou, “mãe, no que você pensa quando você senta aí tão quieta?” Sua mãe replicou suavemente com um brilho em seus olhos, “Isto é só entre Jesus e eu.”
Eu oro para que nossas memórias e meditações possam atrair-nos à Sua presença.
A comunhão com Cristo é o segredo da felicidade agora e para sempre.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Espalhe essa notícia

(clique para ampliar)

Acampamento 2013

(clique para ampliar)

Para mais informações clique aqui


Pense Nisso

(clique para ampliar)

I Will Rise - Chris Tomlin


Semelhante a Jesus


…aquele que diz que permanece nele, esse deve andar assim como ele andou. —1 João 2:6
Durante um culto infantil, a professora falou sobre o primeiro dos Dez Mandamentos: “Não terás outros deuses diante de mim” (Êxodo 20:3). Ela sugeriu algumas maneiras para as crianças guardarem este mandamento, e disse, “nada deve vir antes de Deus — nem doces, nem tarefas da escola, nem videogames.” Disse-lhes também que colocar Deus em primeiro lugar significava que o tempo investido com Ele, na leitura da Bíblia e oração deveria vir antes de qualquer outra atividade.
Uma criança mais velha no grupo respondeu com uma instigante pergunta. Ela perguntou se o fato de ser cristão significava seguir regras ou se, em vez disso, Deus queria estar envolvido em todas as áreas das nossas vidas.
Às vezes cometemos erros como vermos a Bíblia como uma lista de regras. Certamente obedecer a Deus (João 14:21) e investir tempo com Ele é importante, mas não porque precisamos ser cumpridores de regras. Jesus e o Pai tinham um relacionamento baseado em amor. Quando nos relacionamos com Deus, desejamos investir o nosso tempo com Ele e obedecê-lo, assim podemos nos tornar mais parecidos com Jesus. João disse: “…aquele que diz que permanece nele [Jesus] esse deve também andar assim como ele andou” (1 João 2:6). Ele é o exemplo que podemos seguir.
Quando queremos entender como amar, como ser humilde, como ter fé ou mesmo como estabelecer as nossas prioridades, podemos olhar para Jesus e seguir o Seu coração.
Jesus nos chama para segui-lo.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam com sinceridade. Realiza os desejos daqueles que o temem; ouve-os gritar por socorro e os salva. 

Steady my Heart - Kari Jobe


Palavras Sadias

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade… —Efésios 4:29
Algum tempo atrás, uma atriz vencedora do prêmio Emmy posicionou-se corajosamente ao sair no meio da cerimônia do Prêmio Anual de Música Americana. Sua razão? Ela ficou cada vez mais chateada e desapontada pelo que ela descreve como “uma investida de piadas indecentes e de comentários indecorosos” e observações cruas e atrevidas dos apresentadores, artistas e anfitriões. Ela disse que a noite foi uma afronta a qualquer pessoa com o mínimo de dignidade e autorrespeito.
O discurso inconveniente era um problema até mesmo nos dias do apóstolo Paulo. Ele lembrou os cristãos em Éfeso que deveriam despojar-se da vulgaridade, lascívia, calúnias, e linguagem obscena de suas vidas (Efésios 5:4; Colossenses 3:8). Estas eram as expressões de suas vidas antes da justificação (1 Coríntios 6:9-11), e tais expressões, já não tinham lugar em sua nova identidade em Cristo. Em vez disso, as suas vidas seriam caracterizadas pelo discurso íntegro. Suas palavras de edificação dariam graça aos ouvintes. O Espírito Santo os ajudaria a guardar as suas palavras, os convenceria do discurso inadequado e os ajudaria a usar palavras para beneficiar outros (João 16:7-13).
Fomos chamados a demonstrar a presença de Deus com tudo o que somos, e isso inclui nossas palavras. Que nossas bocas possam estar repletas de gratidão e palavras que edifiquem aos outros.
Uma vida transformada reflete palavras que edificam.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

Eu Escolho Te Louvar - Mariana Valadão


Escolha seu Deus


…escolhei hoje a quem sirvais […] Eu e a minha casa serviremos ao Senhor. —Josué 24:15
Vi, recentemente, um comercial para um jogo on-line baseado na mitologia grega. Falava sobre exércitos, deuses mitológicos, heróis e perseguições. A descrição de como o jogo começava chamou minha atenção, pois dizia: Você se registra on-line, escolhe seu deus, e em seguida constrói seu império.
Uau! “escolher seu deus.” Essas palavras, embora apresentadas casualmente no anúncio, atingiram-me como sendo características de uma das coisas mais perigosas do nosso mundo. Em um jogo, pode ser insignificante qual “deus” você escolhe; mas no mundo real essa escolha tem consequências eternas.
Para uma geração de israelitas cercada pelos deuses dos seus dias, Josué declarou que eles deveriam escolher seu deus — mas isto não deveria ser feito de uma maneira improvisada. Ele deu o exemplo ao dizer: “Porém, se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei, hoje a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24:15).
Hoje, como nos dias de Josué, há muitas opções. Há, contudo, somente uma escolha sábia — o Deus verdadeiro. Josué fez a escolha certa. “…serviremos ao Senhor”.
Nada pode preencher o vazio em seu coração exceto Deus.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Relembrar


Grandes coisas fez o SENHOR por nós, pelas quais estamos alegres." 
Salmos 126:3

No ano de 2012 Deus nos permitiu fazer muitas coisas. Tudo foi por Ele e para Ele. Por isso somos gratos. Que venha 2013 com desafios, obstáculos, mas com grandes conquistas!

Valeu Galera Jubatrem!

Somos a Geração eleita...

(clique para ampliar)

Estamos em festa! Nosso blog completa cinco anos neste mês janeiro. Desde 2008 já publicamos 2369 matérias e  mais de 66 mil pessoas de todo o mundo já passaram por aqui, entre eles, Estados Unidos, Alemanha, México, Portugal, China, Colômbia,  Polônia, Ucrânia e Suíça. 

Todos os dias temos uma devocional para você começar bem o seu dia. Louvamos a Deus por ter nos dado a oportunidade de levar sua palavra até os confins da terra por intermédio da internet. 

Valeu Deus!

Programe-se

(clique para ampliar)

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Venham, voltemos para o Senhor. Ele nos despedaçou, mas nos trará cura; ele nos feriu, mas sarará nossas feridas." 

"Ele me ama" - Melk Villar


Braços Abertos

…Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou. —Lucas 15:20
No funeral da ex-primeira-dama dos EUA Betty Ford, seu filho Estêvão disse: “ela era a que tinha o amor e o consolo, e era a primeira a abraçá-lo. Dezenove anos atrás quando afundei no alcoolismo, minha mãe… deu-me um dos maiores presentes, e mostrou-me o que significava render-se a Deus e aceitar a Sua graça em minha vida. E nos braços dela senti-me verdadeiramente como o filho pródigo voltando ao lar, e pude sentir o amor de Deus por meio do amor de minha mãe. E foi um bom presente.”
A parábola de Jesus sobre um jovem que pediu e desperdiçou sua herança e em seguida humildemente voltou ao lar nos deixa maravilhados com a reação de seu pai: “…Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou”(Lucas 15:20). Em vez de um sermão ou uma punição, o pai expressou amor e perdão ao dar-lhe uma festa. Por quê? “…porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado…” (v.24)
O filho concluiu o tributo à mãe com as palavras: “Obrigado, mãe, por nos amar, amar seu marido, seus filhos e a nação, com o amor de Deus.”
Que Deus possa nos capacitar a estendermos os nossos braços aos outros, assim como os dele estão abertos a todos os que se voltam a Ele.
Os pecadores perdoados conhecem o amor e o demonstram.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Espalhe essa notícia

(clique para ampliar)

Para mais informações clique aqui

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Corpo de Cristo - Diante do Trono


Você é necessário



…Contudo, Deus coordenou o corpo, concedendo muito mais honra aquilo que menos tinha… —1 Coríntios 12:24
Conta-se a história de um maestro que regia sua orquestra. O órgão tocava uma bela melodia, os tambores trovejavam, o som das trombetas ecoava e os violinos soavam belamente. Mas o maestro notou que algo estava faltando — o flautim. O flautinista se distraiu e esperou que seu instrumento não fizesse falta. O maestro o lembrou: “Cada um de nós é necessário.”
Esta foi essencialmente a mesma mensagem que Paulo comunicou aos cristãos de Corinto em sua primeira carta a eles (1 Coríntios 12:4-7). Cada cristão exerce um papel importante no corpo de Cristo. Paulo deu uma lista de dons espirituais e comparou seus usos às funções das várias partes do corpo humano para o bem do todo (vv.8-10). Pode ser que os cristãos de Corinto tinham culturas, dons e personalidades diferentes, mas eles eram cheios do mesmo Espírito e pertenciam ao mesmo corpo de Cristo. Paulo fez uma menção especial das partes do corpo que eram fracas e obscuras, e ensinou que todos os cristãos têm um papel necessário e significativo. Nenhuma parte é mais necessária do que qualquer outra.
Lembre-se, Jesus lhe deu uma parte importante e significativa a cumprir e a usará para edificar o Seu povo.
Como membro do corpo de Cristo você é parte necessária do todo.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele o meu coração confia, e dele recebo ajuda. Meu coração exulta de alegria, e com o meu cântico lhe darei graças." 

Pela Fé - André Valadão


Problema

…No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. —João 16:33
Estava contente por ver os últimos dias do ano se aproximarem. O ano tinha sido de muito pesar, doenças e tristezas. Sentia-me pronta para acolher o mês de janeiro com toda a pompa que tinha direito!
Mas ao chegar o primeiro mês do novo ano, vieram também as más notícias, uma após outra. Diversos amigos perderam seus pais. O irmão do meu pai morreu enquanto dormia. Outros amigos descobriram que tinham câncer. O irmão de um colega e o filho de um amigo morreram, ambos, trágica e abruptamente. Ao invés de os tempos tristes cessarem, o novo ano parecia trazer um novo tsunami de tristezas.
O livro de João 16:33 nos diz, “…No mundo, passais por aflições…” Nem mesmo aos filhos de Deus foi prometida uma vida de facilidades, prosperidade ou boa saúde. No entanto, nunca estamos sozinhos em nossas tribulações. O livro de Isaías 43:2 lembra-nos que mesmo que atravessemos águas profundas, Deus está conosco. Embora nem sempre entendamos os propósitos de Deus nas provações que enfrentamos, podemos confiar em Seu coração porque nós o conhecemos.
Nosso Deus é um Deus de amor abundante e “…nem a morte, nem a vida […] nem as coisas do presente, nem do porvir [nunca poderá] separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8:38-39). Quando a aflição vier, a promessa de Deus é estar presente.
Fé é acreditar que Deus está presente quando ouvimos apenas o silêncio.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Programe-se

Para mais informações clique aqui


Corra e garanta a sua vaga!

Musical


Para mais informações clique aqui

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos. Hebreus 11:1"

Lágrimas - Jotta A


De ponta cabeça

Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos… —Isaías 55:8
Há muitas coisas que me intrigam sobre Jesus. Um dos aspectos do Seu ministério que tem produzido reações controversas é a contradição em Seus ensinamentos sobre aspectos diferentes da vida.
Ao seguirmos em nossa jornada da vida, podemos pensar que já descobrimos tudo e que nossos padrões de pensamentos e comportamentos para viver o dia a dia estão profundamente arraigados. Todavia, Jesus nos interrompe em meio às nossas rotinas e nos chama para um novo e melhor caminho. Mas cuidado! Este encontro com as maneiras de Jesus agir será desafiador.
Considere estas proposições paradoxais: Para viver você deve morrer (Marcos 8:35); para ganhar você deve dar (Mateus 19:21); “Bem-aventurados os que choram…” (5:4); para governar você deve servir (Lucas 22:26); e o sofrimento tem propósito (5:10-11).
São pronunciamentos como estes que fazem as pessoas pensarem que Cristo é estranhamente inatingível. Mas nós somos os inalcançáveis. Ele não é contraditório, nós somos! Agimos como crianças que pensam saber melhor do que seus pais sobre aquilo que é o melhor.
Não me admira que Deus nos tenha dito: “…meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos…” (Isaías 55:8). Portanto, em vez de confiar em nossos instintos desordenados, vamos pedir-lhe que nos ajude a refletir as Suas maneiras de agir.
O que pode parecer desordenado para nós está na posição certa para Deus.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Pequeno Grupo


Jovem, venha participar do nosso pequeno grupo que acontece toda terça feira sempre as 20 horas. Durante algumas horas conversamos, trocamos experiências, cantamos, rimos e claro, oramos. 

Nossos encontros acontecem na casa do Jé e da Aline. Caso você queira participar e não sabe qual é o endereço, deixe seu e-mail no espaço para comentários ou mesmo entre em contato pelas nossas redes sociais. 

TODOS estão convidados. 

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

Tempo de Milagres - André Valadão


O Amor de Deus

No pensamento de quem está seguro, há desprezo para o infortúnio, um empurrão para aqueles cujos pés vacilam. —Jó 12:5
Durante uma recessão difícil, organizei um grupo de apoio para ajudar os colegas cristãos a lidar com o desemprego. Revisamos os currículos, colocamos na internet e oramos juntos. Porém, surgiu um problema: Sempre que alguém conseguia um emprego, ele ou ela quase nunca voltava ao grupo para encorajar os outros, o que aumentava a solidão e o isolamento daqueles que permaneciam no grupo.
O pior, contudo, eram os comentários daqueles que nunca tinham passado pela perda de um emprego. Eles agiam como os amigos de Jó em seu sofrimento: “…se fores puro e reto, ele sem demora, despertará em teu favor e restaurará a justiça da tua morada” (Jó 8:6). Por volta do capítulo 12, Jó começa a expressar coisas em termos que os trabalhadores modernos podem entender. Ele diz que sente o desprezo por aqueles cuja vida é fácil (v.5).
Quando as coisas estão indo bem para nós, podemos começar a pensar que não temos problemas, somos melhores, ou de certo modo mais amados por Deus, do que aqueles que estão sofrendo. Esquecemos que todos sofrem as consequências que advém deste mundo decadente.
Somos todos amados por Deus e todos nós precisamos dele — nos bons e maus momentos. Os sucessos, abundância e posições que Deus tem nos dado são ferramentas para nos ajudar a encorajar outros em seus momentos de dificuldades.
A humildade diante de Deus nos torna gentis diante dos outros.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Pequeno Grupo



Jovem, venha participar do nosso pequeno grupo que acontece toda terça feira sempre as 20 horas. Durante algumas horas conversamos, trocamos experiências, cantamos, rimos e claro, oramos. 

Nossos encontros acontecem na casa do Jé e da Aline. Caso você queira participar e não sabe qual é o endereço, deixe seu e-mail no espaço para comentários ou mesmo entre em contato pelas nossas redes sociais. 

TODOS estão convidados. 

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Esta afirmação é fiel e digna de toda aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o pior." 

Deus me ama- Thalles Roberto


O destino dos pecadores

Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. —Romanos 5:8
Meu amigo estava conversando com um homem que não tinha muitas coisas boas a dizer sobre a fé cristã. Ele sabia que se soasse muito “religioso,” estragaria qualquer oportunidade de testemunhar. Sendo assim, no meio da discussão entre eles, meu amigo disse: “—Bruno, você sabe qual é o destino dos pecadores?”
“—Esta é fácil”, respondeu ele, “você vai me dizer que o destino deles é o inferno.”
“—Não”, disse meu amigo. “—Eles vão à igreja.”
Bruno ficou sem fala. Esta não era a resposta que esperava, pois não estava pronto para ouvir de um cristão que ele mesmo não era perfeito. Meu amigo então teve a chance de compartilhar que os cristãos entendem a sua pecaminosidade e a necessidade de contínua restauração espiritual. Ele pode explicar sobre a graça — o favor imerecido que recebemos de Deus apesar dos nossos pecados (Romanos 5:8-9; Efésios 2:8-9).
Talvez não damos aos que estão fora da igreja uma imagem clara do que acontece em seu interior. Eles podem não entender que estamos lá para louvar o nosso Salvador por nos dar “…a redenção, a remissão, dos pecados” (Colossenses 1:14).
Sim, os pecadores vão à igreja. E os pecadores perdoados vão para o céu por causa da graça de Deus.
A igreja é um hospital para os pecadores, não um clube para os santos.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade!" 

Estás Comigo - Gabriela Rocha


Totalmente equipados

Toda a Escritura é inspirada por Deus […] a fim de que o homem de Deus seja perfeito e […] habilitado para toda boa obra. —2 Timóteo 3:16-17
O suíço Karl Elsener, projetista de equipamentos cirúrgicos no século 19 aperfeiçoou um canivete militar. Hoje seu canivete suíço está associado à excelência em lâminas e às diversas utilidades. Um canivete inclui a lâmina de corte, lixa, tesoura, lupa, abridor de latas, chave de fenda, régua, palito de dente, caneta, e mais — tudo em um só canivete! Se você estiver acampando no mato, este único item certamente pode fazê-lo sentir-se bem equipado para sobreviver.
Precisamos de algo que nos equipe para sobrevivermos espiritualmente neste mundo pecaminoso. Deus nos deu a Sua Palavra, uma espécie de canivete espiritual para a alma. Paulo escreve: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2 Timóteo 3:16-17).
A palavra habilitado significa “suprir, ajustar-se completamente.” De que maneira a Bíblia nos habilita para a jornada da vida? Ela traz a verdade espiritual na doutrina, repreensão em demonstrar nossas imperfeições, correção ao revelar nossas falhas pecaminosas e instrução para viver uma vida santificada. Não há ferramenta mais valiosa do que a Palavra de Deus para nos tornar perfeitamente habilitados para a sobrevivência espiritual e crescimento pessoal.
A Bíblia contém os nutrientes necessários para uma alma saudável.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Musical


Para mais informações clique aqui

Pense Nisso

"Nada sabem, nada entendem. Vagueiam pelas trevas; todos os fundamentos da terra estão abalados." 

Com Fé - André Valadão


Sirva-se

Bem aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no Senhor, seu Deus. —Salmo 146:5
Vi recentemente na televisão um anúncio de uma rede de restaurantes que fez um apelo dramático. O anúncio dizia que nesses restaurantes você poderia “servir-se até ficar feliz”. Não seria bom se uma porção de batatas, carne, massa ou sobremesa fosse tudo que é necessário para proporcionar felicidade? Infelizmente, nenhum restaurante pode cumprir essa promessa.
Felicidade é algo ilusório — como podemos ver em quase todas as áreas da vida. Nossa busca por felicidade pode envolver comida ou uma série de outras coisas, mas, no fim, a felicidade continua a escapar do nosso alcance.
Por quê? Em grande parte é porque as coisas que tendemos a buscar não tocam as necessidades mais profundas dos nossos corações. Nossas buscas podem proporcionar momentos de diversão, distração ou prazer, mas o grito dos nossos corações continua sem ser ouvido — o grito por ajuda e esperança. Por essa razão o salmista destaca um caminho melhor quando diz, “Bem aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no Senhor, seu Deus” (Salmo 146:5).
Servir-se? Sim — Se estivermos procurando a felicidade encontrada no Senhor. Encontramos a felicidade que procuramos somente quando nos confiamos a Deus e ao Seu cuidado. Encontramos esperança e ajuda somente ao confiarmos nele.
Aquele que coloca Deus em primeiro lugar terá a felicidade duradoura.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai." 

Your Love Never Fails - Jesus Culture


Conviver Bem


…completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor… —Fl 2:2
Amo estar com pessoas… a maior parte do tempo. Há uma alegria especial que ecoa em nossos corações quando estamos com as pessoas que apreciamos. Mas, infelizmente não estamos sempre com aqueles com os quais gostamos de estar. Às vezes as pessoas podem ser espinhosas, o que pode ser a razão de alguém ter dito: “Quanto mais conheço as pessoas, mais amo o meu cachorro!” Quando não encontramos prazer em um relacionamento, tendemos a culpar a outra pessoa; e assim nos justificar para nos afastar e estar com as pessoas que gostamos.
O apóstolo Paulo nos conclama a comprometermo-nos com os nossos irmãos em Cristo. Na verdade, ele nos conclama a pensar “a mesma coisa”, não ter em “…vista o que é propriamente seu, se não também cada qual o que é dos outros” e para ter “…o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Filipenses 2:2-5). Pense nisto. Jesus deixou Suas próprias prerrogativas e privilégios por nós; Ele escolheu viver como servo e pagou o supremo sacrifício que poderia nos trazer um relacionamento cheio de alegria com Ele (Hebreus 12:2). E Ele fez tudo isso a despeito de nossas chatices (Romanos 5:8).
Portanto, da próxima vez que você estiver próximo a alguém com quem é difícil conviver, peça a Jesus para ajudá-lo a encontrar uma maneira de compartilhar o Seu amor. Em tempo, você poderá se surpreender como Deus pode mudar sua atitude em relação às pessoas.
Ter a mente de Cristo é a chave para conviver bem com os outros.