quinta-feira, 31 de maio de 2012

Segura Cristão


Teremos  música, comidas da época, brincadeiras, correio elegante e muita comunhão. Anote na agenda e venha de xadrez! 

Almoço das Famílias


Neste domingo encerraremos o mês da família com uma deliciosa feijoada. Venha e traga todo mundo  para passar momento de muita comunhão! Estamos te esperando

Pense Nisso


...Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever’ ". Lucas 17:10

How He Loves - John Mark McMillan


Pensamentos Incorretos


Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. —Romanos 5:8
Quatro pessoas — um piloto, um professor, um pastor e um caminhante — viajavam em um pequeno avião quando os motores pararam. O piloto disse: “Só temos três paraquedas. Como este avião é meu ficarei com um deles.” Ele o colocou e saltou. O professor disse “Sou brilhante e o mundo necessita de mim, então vou pegar um paraquedas”, e saltou.
Então, o pastor disse ao caminhante: “Não quero ser egoísta, pegue você o último paraquedas.” O caminhante respondeu: “Ainda há dois, um para cada um de nós. O professor pulou com a minha mochila, em vez do paraquedas!” Embora o professor pensasse que aterrissaria em segurança, sua confiança se baseou em pensamento incorreto.
Algumas pessoas têm a certeza da salvação com base num raciocínio errôneo. Elas creem que frequentar a igreja, batizar-se, ou simplesmente serem boas, lhes trarão a aprovação de Deus. No entanto, nosso pensamento é errado se não fundamentar-se naquilo que Deus afirma em Sua Palavra. Deus diz que “todos pecaram” e que somos Seus inimigos. Mas, por meio da morte e ressurreição de Seu Filho, podemos ser reconciliados com Ele (Romanos 3:23; 5:8-10). Pela fé no que Cristo fez, podemos ter paz com Deus (5:1) e a certeza da vida eterna no céu.
Você crê nisso? Sua eternidade está em jogo. Não confie em raciocínios incorretos — coloque sua fé em Cristo.
Se pudéssemos merecer nossa salvação, Cristo não teria morrido para nos proporcioná-la.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Pense Nisso


Jesus olhou para eles e respondeu: "Para o homem é impossível, mas para Deus não; todas as coisas são possíveis para Deus". Marcos 10:27

Tua Graça me Basta - Rachel Novaes e PCBaruk


A cadeira de rodas de Deus

…o seu trono eram chamas de fogo, e suas rodas eram fogo ardente. — Daniel 7:9
Jean Driscoll é uma notável atleta. Ela venceu a Maratona de Boston oito vezes, e também participou de quatro Jogos Paraolímpicos e ganhou cinco medalhas de ouro. Nascida com espinha bífida, Jean compete numa cadeira de rodas.
Um dos seus versículos bíblicos favoritos é Daniel 7:9: “…o Ancião de Dias se assentou […] o seu trono eram chamas de fogo, e suas rodas eram fogo ardente”. Enxergando uma conexão entre a visão que Daniel teve de Deus e a sua própria situação, ela é capaz de dizer palavras de encorajamento aos outros. “Sempre que tenho a oportunidade de conversar com pessoas que usam cadeiras de rodas e se sentem mal por isso, eu lhes digo: ‘Você não apenas foi criado à imagem de Deus, mas sua cadeira de rodas é feita à imagem do Seu trono!’”
A visão de Daniel, é claro, não retrata Deus como alguém impossibilitado de locomover-se. Na verdade, alguns veem a “cadeira de rodas” de Deus como o símbolo de um Deus justo movendo-se soberanamente nos assuntos humanos. Outras passagens falam da providência de Deus ajudando aqueles que creem (Provérbios 3:25-26; Mateus 20:29-34; Efésios 1:11).
A fé que Jean Driscoll tem em Deus a ajudou a triunfar sobre os desafios pessoais. Também nós podemos estar seguros de que o Altíssimo e Santo está próximo e pronto a nos ajudar se apenas lhe pedirmos (Salmo 46).
Com Deus ao seu redor sustendo-o em Seus braços é possível enfrentar o que vier a acontecer. —Ward

terça-feira, 29 de maio de 2012

Prepare-se


Prense Nisso...


Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura. Provérbios 12:18

Tempo para Amar -Thiago Grulha


Orgulho e preconceito


…de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra… —Atos 17:26
Nos anos 30 do século 20, o lar da minha infância era cheio de amor e felicidade, mas, frequentemente, meus pais estavam fora. Nessas ocasiões, o centro de calor de nossa casa era a cozinha e nossa tão pequena e alegre ajudante Annie.
Passei muitas horas com Annie, sentado à mesa de nossa cozinha lendo livros ou divertindo-me com brinquedos e ouvindo-a cantar e cantarolar hinos e canções espirituais. De seu coração jorrava um contínuo fluxo de sabedoria, alegria e canções.
Certa manhã, com exuberância infantil, utilizei uma expressão racista que tinha ouvido. “Oh, não”, disse ela, e pôs-se a derramar seu coração em uma delicada preleção sobre o dano e a dor embutidos naquele preconceito, acompanhados por uma terrível tristeza em seus olhos. Nunca mais falei aquela palavra.
Aprendi que causamos uma insondável tristeza quando desonramos e depreciamos os outros por meio da intolerância. Todo ser humano é criado à imagem de Deus, é mais semelhante a Deus do que qualquer outra criatura e digno de honra. Depreciar essa imagem é ferir profundamente outro ser humano.
Só existe uma raça: a raça humana. Deus “…de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra…” (Atos 17:26). Somos da mesma família, feitos para sermos mutuamente valorizados e estimados.
Deus deseja que demonstremos respeito a todas as pessoas, pois todos ostentam a Sua imagem.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Pense Nisso


Simão Pedro lhe respondeu: "Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna. João 6:68

Deus sabe o que é melhor pra mim - Mariana Valadão


Ir ou Ficar?


Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que, hoje, vos fará… —Êxodo 14:13
Os israelitas estavam cercados. Logo após deixarem para trás a escravidão e o Egito, eles olharam para cima e tiveram uma visão angustiante. Uma nuvem de poeira se movia em sua direção e nessa poeira havia um enorme exército. A “doença” do Faraó — endurecimento do coração — voltara (Êxodo 14:8). Como resultado, ele enviou seus carros atrás de Moisés e seu povo.
Quando o exército do Egito alcançou os israelitas, tudo parecia perdido. Eles estavam sem escapatória entre uma parede de soldados e um mar. Em pânico, clamavam em alta voz a Moisés e a Deus.
Os dois responderam com instruções. Moisés disse: “…aquietai-vos e vede o livramento do Senhor…” (14:13). E Deus lhes disse: “…marchem” (v.15). Embora possam parecer conselhos contraditórios, os dois comandos provinham de Deus e eram corretos. Primeiro, o povo tinha de “aquietar” ou “firmar-se” tempo suficiente para receber instruções de Deus. E se eles tivessem se precipitado no Mar Vermelho sem consultar o Senhor? Mas, permanecendo parados, ouviram as instruções de Deus, que incluíam o que o povo teria de fazer — caminhar, e o que Moisés teria de fazer — estender sua mão sobre o mar em obediência, e Deus abriria as águas.
As circunstâncias o cercam? Permaneça parado. Dedique o seu tempo para consultar Deus e Sua Palavra. Em seguida, de acordo com as Suas instruções, siga adiante e permita que Deus o oriente.
Se você está procurando por orientação, siga Cristo como seu guia.
                 

sexta-feira, 25 de maio de 2012

#REDE

sábado19h30

Mês da Família

(clique para ampliar) 

Pense Nisso

O ladrão vem apenas para furtar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente... 

Eu nasci de novo - André, Ana Paula e Mariana Valadão


Conversão


Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol da vossa alma. —2 Coríntios 12:15
Antes de viajarmos, meu marido e eu vamos ao banco e trocamos nossos dólares americanos pela moeda do país que iremos visitar. Fazemos isso para poder pagar as despesas enquanto estamos longe de casa.
Quando nos tornamos cristãos, ocorre outro tipo de troca. Nossas vidas são como a moeda que convertemos de um meio para outro. Trocamos nossa vida antiga por uma nova para podermos começar a “investi-la” em um reino diferente. Em vez de nos esgotarmos pelas causas deste mundo, podemos começar a desgastar-nos pela causa de Cristo.
O apóstolo Paulo é um bom exemplo dessa diferença. Após sua dramática conversão no caminho de Damasco (Atos 9), ele começou a investir sua vida de maneira radicalmente diferente. Em vez de perseguir cristãos para aprisionar e matá-los, ele começou a buscar os não-cristãos para convertê-los. A seguir, ele investiu o resto de sua vida para o bem estar deles, e escreveu para a igreja de Corinto: “Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol da vossa alma” (2 Coríntios 12:15). Tudo que ele fez foi para a edificação de seus filhos espirituais (vv.14,19).
Conversão é muito mais do que apenas mudar o nosso destino final. É mudar a maneira como investimos cada dia de nossas vidas.
A conversão envolve apenas um instante — a transformação envolve toda a vida.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Você é nosso convidado

(clique para ampliar)

Pense Nisso


Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. 

Eu vou passar pela cruz - PG


O odor do disfarce


Bem-aventurado aquele cuja iniquidade é perdoada, cujo pecado é coberto. —Salmo 32:1
O cheiro de um aterro transbordante de lixo se tornou uma preocupação pública crescente. Foram instalados pulverizadores desodorizantes de alta pressão para neutralizar o cheiro. Os canhões podiam pulverizar vários litros de fragrância por minuto, a distância de até 45 metros sobre os montes do lixo em putrefação. Contudo, independente de quantos litros de desodorizante sejam pulverizados para disfarçar o lixo fétido, a fragrância servirá apenas como disfarce até que a fonte do mau cheiro seja removida.
O rei Davi também tentou um disfarce. Após seu adultério com Bate- -Seba, ele tentou usar o silêncio, o engano e a piedade para mascarar suas falhas morais (2 Samuel 11–12). No Salmo 32, ele fala sobre sua experiência sob a mão pesada de Deus quando permaneceu calado (vv.3-4). Incapaz de resistir por mais tempo à condenação, Davi confessou seu pecado reconhecendo, confessando-o, e em seguida arrependendo-se dele (v.5). Ele não precisou mais encobri-lo porque Deus o perdoou.
É inútil tentar esconder o nosso pecado. O cheiro fétido da nossa desobediência se infiltrará através de tudo que usarmos para tentar encobri-lo. Reconheçamos diante de Deus o lixo em nossos corações e experimentemos a refrescante purificação de Sua graça e perdão.
Admita o seu pecado e experimente a alegria da confissão.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Prepare-se



Em parceria com a Junta de Missões Nacionais, nossa igreja participará de uma das maiores ações evangelísticas já feitas: Jesus Transforma.

Para você ter idéia será uma mobilização envolvendo todas as igrejas Batistas do país. E claro nós não vamos ficar de fora. Ajude-nos a divulgar o amor de Deus para todo o bairro do Jardim Tremembé.

Envolva-se...

Pense Nisso


...Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

Um Servo - Dani Araújo e Família Soul


Correr Riscos


Barnabé e Paulo […] têm exposto a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. — Atos 15:25-26
Em seu livro Stuntman! My Car-Crashing, Plane-Jumping, Bone-Breaking, Death-Defying Hollywood Life (Dublê! Minha Vida Batendo Carros, Saltando de Aviões, Quebrando Ossos e Desafiando a Morte em Hollywood), Hal Needham reflete sobre correr riscos. Ele esmurrou em brigas, pilotou carros em alta velocidade, andou sobre asas de aviões em voo, caiu de cavalos e foi até incendiado! Arriscou sua vida para entreter plateias de cinema e para distinguir-se como um dos melhores dublês de Hollywood.
Paulo e Barnabé também foram homens que expuseram suas vidas (Atos 15:26). Mas, a motivação deles era totalmente diferente, e seu objetivo era exaltar Cristo por meio da pregação do evangelho. Como missionário no Império Romano, Paulo enfrentou perigos que resultaram em naufrágios, espancamentos, perseguições e aprisionamento — para citar alguns (2 Coríntios 11:22-30). Mas, ele estava disposto a correr tais riscos para tornar Cristo conhecido.
Muitos cristãos correm riscos para divulgar a boa-nova de Jesus. Porém, o medo da rejeição mantém outros em silêncio. Você senta-se passivamente nas arquibancadas, ignorando as oportunidades de compartilhar o evangelho? Deus enviou Seu Espírito para lhe dar poder (Atos 1:8) e Sua Palavra para tornar clara a mensagem (Romanos 1:16). Peça a Deus coragem para falar e testemunhar sobre o Salvador. Correr esse risco valerá a pena.
As recompensas por testemunhar compensam os riscos.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Oração é o que liga

hoje20h

Programe-se


Pense Nisso


Braços de Amor - Coral Kemuel e Paloma Possi


Não temas


…Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. —Isaías 43:1
Minha esposa ficou gravemente doente durante a gestação de nosso segundo filho. Enquanto os médicos lutavam para encontrar o problema, ela continuava a enfraquecer — perigosamente.
Ao ver o sofrimento dela sentia-me profundamente desamparado, e havia dias em que parecia que Deus não ouvia as nossas orações. Certo domingo, enquanto buscava conforto nas Escrituras, meus olhos recaíram sobre o primeiro versículo de Isaías 43.
Ele começa com “Não temas…” e finaliza com “…tu és meu”. Instantaneamente, o Espírito Santo tocou-me por meio daquelas palavras. A maneira misericordiosa como Deus se dirige a Israel me lembrou de Sua contínua atenção também a nós: “Quando passares pelas águas […] pelos rios […] pelo fogo…” (v.2). Cada frase se elevando, num crescendo, das páginas para o meu coração.
Nesse momento, nosso conforto não veio das promessas de cura ou de milagres, mas de reconhecer que nunca estávamos sozinhos. Tivemos muitos outros momentos assustadores, inclusive logo após o nascimento de Ethan, quando parecia que ele e Cheryl iriam partir. Mas, Deus utilizara Suas palavras para nos confortar e preparar para esses momentos mais duros!
Permita que essas palavras sejam um lembrete de que você nunca está sozinho.
Na escuridão jamais esqueça, o que você reconhece ser verdade sob a luz.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Seja Luz

(clique para ampliar)

Precisamos de voluntários para a MEGATRANS que faremos em nossa igreja em Julho. Ajude-nos a divulgar o amor de Deus para os nosso vizinhos e pessoas que estão próximos de nós. Se você tem interesse em participar fale conosco. 

Esta é uma iniciativa da Junta de Missões Nacionais e convocamos você para se juntar a nos! Breve traremos mais detalhes.


Oração


 Amanhã, terça feira 22/05/2012, a partir das 20h, teremos rede de Oração. Você é nosso convidado a dedicar um tempo para intercessão! Lembramos que essa programação não acontece na nossa igreja e sim na casa da  e @je__jeh . 

Espalhe essa notícia!

Pense Nisso

Mas Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes. 1 Coríntios 1:27

Agnus Dei - Jotta A


Equipe da Noite

Servos, obedecei em tudo ao vosso senhor segundo a carne […] em singeleza de coração, temendo ao Senhor. —Colossenses 3:22
O primeiro emprego de Pedro era numa mercearia no turno da noite. Após o fechamento da loja, ele e outros funcionários abasteciam as prateleiras. O chefe de Pedro os instruiu a sempre virar as latas de sopa para frente, para o rótulo ser lido facilmente. Mas ele fora um pouco mais longe, dizendo: “Certifique-se de estarem voltadas para frente — numa sequência de três latas”. Certa noite, quando Pedro arrumava as prateleiras, seus colegas de trabalho começaram a zombar: “Apenas certifique-se de que a lata da frente esteja virada da maneira correta. Quem vai saber?”
Foi um momento de decisão para o adolescente. Ele deveria obedecer ao que o seu chefe havia solicitado, ou apenas fazer o mais fácil?
Todos nós já passamos por situações similares em que tivemos de decidir. O apóstolo Paulo encorajou seus companheiros cristãos a serem obedientes, mesmo quando ninguém os estivesse olhando: “Servos, obedecei em tudo ao vosso senhor segundo a carne, não servindo apenas sob vigilância, visando tão-somente agradar homens, mas em singeleza de coração, temendo ao Senhor” (Colossenses 3:22).
Agir corretamente não deve depender de nosso chefe estar por perto ou de alguém estar observando. Nem sempre é fácil ou conveniente ser obediente. Mas é correto.
Lembre-se, “…aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, nisso está pecando” (Tiago 4:17).
Nosso caráter é medido pelo que fazemos quando ninguém está nos olhando.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Isso é #rede

sábado19h30

Pense Nisso


Descansarei - Jotta A


Não foi o que planejei


Descansa no Senhor… —Salmo 37:7
Não era desta maneira que eu esperava que minha vida fosse. Queria casar-me aos 19 anos, ter meia dúzia de filhos e acomodar-me na vida como esposa e mãe. Mas, em vez disso, fui trabalhar, casei-me com mais de 40 anos e nunca tive filhos. Durante vários anos, tive a esperança de que o Salmo 37:4 pudesse ser, para mim, uma garantia da promessa divina: “…ele satisfará os desejos do teu coração”.
Mas, nem sempre acontece assim “…o mais ele fará” (v.5), e os desejos não satisfeitos dão origem a uma ocasional tristeza. Como ocorreu em minha vida, as coisas também podem ter acontecido de maneira diferente daquilo que você planejou. Alguns pensamentos do Salmo 37 podem lhe ser úteis (embora esse salmo faz, primariamente, uma comparação entre nós e os malfeitores).
Aprendemos com o versículo 4, que desejos não satisfeitos não precisam tirar a alegria da vida. Ao conhecermos o coração de Deus mais e mais, Ele se torna nossa alegria.
“Entrega o teu caminho ao Senhor…” (v.5). A palavra entregar significa passar às mãos de. O professor de ensino bíblico Herbert Lockyear Sr. afirma: “‘Passa teu caminho às mãos do Senhor’, como alguém que deposita nos ombros de outro mais forte que si mesmo uma carga que não consegue suportar”, “…confia nele…” (v.5). Quando entregamos todos os cuidados a Deus, podemos descansar “…no Senhor (v.7), pois Ele está dando o melhor de si por nossas vidas.
O coração do homem traça o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos. —Provérbios 16:9

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Missões


(clique para ampliar)
Para mais informações acesse www.juabanc.sp.gov.br

Pense Nisso



Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.  João 14:6

Um dia - Leonardo Gonçalves


Um lugar para você


E, quando eu for […] voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também. —João 14:3
Um casal que trouxera sua tia idosa para viver na casa deles receava que ela não se sentisse à vontade na nova morada. Dessa maneira, transformaram um aposento de sua casa numa réplica exata do quarto da casa que ela deixara. Quando sua tia chegou, seus móveis, adornos de parede e outras coisas favoritas lhe pareceram um “Bem- -vindo!” àquele lar, muito especial.
Em João 13:36;14:4, lemos que na Última Ceia Jesus falou aos Seus discípulos e tentou prepará-los para Sua morte. Quando Simão Pedro perguntou: “Senhor, para onde vais?”, Jesus respondeu: “Para onde vou, não me podes seguir agora; mais tarde, porém, me seguirás” (13:36). Jesus ainda falava diretamente a Pedro (e também a todos os Seus seguidores) ao dizer: “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” (14:2-3).
O céu é uma reunião familiar de cristãos de todas as tribos e nações, mas também é a casa de nosso Pai — e, nessa casa, Ele está preparando um lugar só para você.
Ao chegar ao céu e Jesus abrir a porta, você saberá que está em seu lar.
Para o cristão, o céu se soletra L-A-R.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Pense Nisso


...embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.Filipenses 2:6-7

Maravilhado - Nívea Soares


Conversa corajosa


Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível. —Gálatas 2:11
Será que os avanços tecnológicos na comunicação nos deixaram incapazes de confrontar as pessoas adequadamente? Afinal de contas, agora os empregadores podem enviar cartas de demissão por e-mail. E as pessoas podem criticar outras no Facebook e no Twitter, em vez de falar face a face. Talvez seja melhor colocar tudo isso de lado e imitar a maneira como Paulo se comunicou com Pedro quando eles discordaram.
Paulo teve de confrontar Pedro por ter comprometido a graça (Gálatas 2:11-16). Pedro vinha tendo comunhão com os gentios, mas, quando chegaram os judaizantes (que criam que os pecadores são salvos através de Jesus e da obediência à lei de Moisés), Pedro separou-se dos gentios. Ele os deixou no ostracismo, embora professasse ter união com eles. Vendo essa hipocrisia, Paulo, em amor e com entusiasmo, confrontou Pedro face a face por este se acovardar diante de um sistema legalista incapaz de transformar vidas. Com vigor, ele lembrou Pedro de que a graça leva à libertação da escravidão do pecado e à obediência a Deus.
Ter conversas corajosas com outros cristãos pode ser difícil, mas elas promoverão a pureza e a unidade. Podemos exercitar nossa responsabilidade mútua de falar a verdade em amor (Efésios 4:15) andando no poder do Espírito Santo.
Uma palavra bem escolhida pode ser muito eloquente.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Abrace essa idéia


Pense Nisso


Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram". 


Abra os olhos do meu coração - David Quinlan


Enxergando perto e longe


Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade. —Salmo 145:18
Ter dois olhos saudáveis não é o suficiente para enxergar claramente. Sei disso por experiência. Após uma série de cirurgias nos olhos para reconstituir um descolamento de retina, ambos os olhos enxergavam bem, mas recusavam-se a cooperar entre si. Um olho via coisas distantes e o outro via coisas próximas. Mas, em vez de trabalharem juntos, eles lutavam pela supremacia. Até conseguir ter uma nova prescrição para óculos, três meses mais tarde, meus olhos permaneceram sem foco.
Algo semelhante acontece na nossa visão de Deus. Algumas pessoas focalizam melhor em Deus quando o veem como “perto” — quando pensam nele como intimamente presente em sua vida diária. Outros cristãos veem Deus mais claramente como “distante” ou muito além de tudo que podemos imaginar, governando o Universo em poder e majestade.
Embora as pessoas discordem sobre qual visão é melhor, a Bíblia funciona como uma lente de grau, ajudando-nos a ver que as duas são corretas. O rei Davi apresenta as duas visões no Salmo 145: “Perto está o Senhor de todos os que o invocam…” (v.18) e “Grande é o Senhor e mui digno de ser louvado; e a sua grandeza é insondável” (v.3).
Felizmente, nosso Pai celestial está perto para ouvir as nossas orações, e tão acima em poder, que consegue satisfazer a todas as necessidades.
Deus é grande o suficiente para cuidar das menores necessidades.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Pense Nisso


Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês. 

O Extraordinário - Jotta A


O velho moinho de vento


Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. —João 7:38
Certo homem que cresceu numa fazenda na parte oeste do Texas conta sobre um velho e frágil moinho de vento que ficava ao lado do celeiro de sua família e bombeava água para o lugar. Ele era a única fonte de água em quilômetros de distância.
Com vento forte, o moinho trabalhava bem, mas, com brisa leve, não girava. Era necessário virar manualmente o cata-vento até a hélice voltar-se diretamente para o vento. O moinho de vento só supria a fazenda de água quando estava adequadamente posicionado.
Penso nessa história quando me encontro com pastores de pequenas igrejas em áreas remotas. Muitos se sentem isolados e sem apoio; são cuidadores com os quais ninguém parece importar-se. Como consequência, eles se fatigam e fazem grande esforço para levar a água que traz vida ao seu rebanho. Gosto de contar-lhes sobre o velho moinho e nossa necessidade de nos reposicionarmos diariamente — voltarmo-nos intencionalmente para o Senhor e Sua Palavra e beber profundamente dele, que é a fonte de água viva.
O que é verdade para os pastores também é verdade para todos. O servir a Deus flui do interior para o exterior. Jesus disse: “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” (João 7:38). Quando Deus fala ao nosso íntimo, somos capazes de tocar as vidas de outras pessoas. Para refrigerar outros, voltemos regularmente à Fonte da vida.
Quando você estiver cansado das lutas da vida, encontre forças no Senhor.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Informativo...

(clique para ampliar) 

(clique para ampliar)



Rede Free


Pense Nisso

Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. Eclesiastes 5:10

Tempo para Amar - Thiago Grulha


O cuidado de Deus


O que oprime ao pobre insulta aquele que o criou, mas a este honra o que se compadece do necessitado. —Provérbios 14:31
Estatísticas são traiçoeiras. Apesar de os números nos darem informações, às vezes eles também podem nos dessensibilizar em relação às pessoas que representam. Percebi isto recentemente ao ler uma estatística: A cada ano, 15 milhões de pessoas morrem de fome. É assustador e, para aqueles dentre nós que vivem em culturas de abundância, é difícil compreender. Em 2008, quase nove milhões de crianças morreram antes de completar cinco anos de vida, com um terço dessas mortes relacionadas à fome. Tais números são impressionantes, mas significam muito mais do que apenas números. Representam indivíduos amados por Deus.
Podemos mostrar o coração amoroso do Pai reagindo às necessidades físicas das pessoas. Salomão escreveu: “O que oprime ao pobre insulta aquele que o criou, mas a este honra o que se compadece do necessitado” (Provérbios 14:31). Podemos mostrar misericórdia ao necessitado, trabalhando como voluntários numa cozinha de albergue público, auxiliando na busca de emprego, apoiando financeiramente a perfuração de poços em locais carentes de água potável, distribuindo alimento em regiões atingidas pela pobreza, ensinando um ofício ou fornecendo almoços para crianças em idade escolar.
Aceitar essa responsabilidade honra o Pai e Seu cuidado por todos. E os famintos poderão ouvir melhor a mensagem da cruz se os seus estômagos não estiverem roncando.
Quanto mais compreendermos o amor de Deus por nós, mais o demonstraremos aos outros.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Pense Nisso



"Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? " Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete. "

Meu Irmão - Diante do Trono 12


Pedidos de Perdão


Se […] te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, […] vai primeiro reconciliar-te com teu irmão. —Mateus 5:23-24
Marcos confundiu-se. Chegou uma hora mais tarde ao restaurante em que deveria encontrar um amigo da igreja. O amigo já tinha ido embora, e ele sentiu-se mal por esse engano, Marcos comprou um vale-presente do restaurante e parou numa loja de cartões para procurar um cartão de desculpas. Dentre centenas de cartões, ficou surpreso ao encontrar poucos cartões de “pedidos de desculpas” numa parte ignorada da loja. Ele comprou um dos cartões e o deu ao seu amigo, que aceitou o seu pedido de desculpas.
Embora estes cartões não sejam tão populares, os pedidos de perdão são frequentemente necessários em nossos relacionamentos. Perdoar é uma atitude bíblica. Jesus instruiu Seus seguidores a se reconciliarem com aqueles a quem tivessem ofendido (Mateus 5:23-24; 18:15-20). E o apóstolo Paulo disse: “Se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos” (Romanos 12:18). Viver em paz pode exigir pedidos de perdão.
Pode ser difícil pedir perdão, pois é necessário um espírito de humildade para admitir o nosso erro, atitude nem sempre natural em nós. Mas, assumir a responsabilidade por estarmos errados em uma situação pode trazer cura e restauração a um relacionamento.
Você se confundiu? Engula seu orgulho e dê o primeiro passo — mesmo se não puder encontrar um cartão para ajudá-lo a dizer isso.
A melhor maneira de dar a última palavra é pedir perdão.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Pense Nisso


Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. Entrará e sairá, e encontrará pastagem.