domingo, 30 de setembro de 2012

Hoje!

Hoje tem Celebração! 19h
Rua Paulo César 46

Aprenderemos hoje sobre: "Paz com Deus" baseado em Romanos 5.1-11

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

É hoje!!!!!


Amanhã é dia de :


Pense Nisso


Senhor, para quem iremos nós? Só Tu tens as palavras da vida eterna. 
João 6:68

Independência e Morte


Diversos homens foram em uma viagem missionária ao Haiti onde encontraram um rapaz de 19 anos, que amava profundamente a Cristo. O jovem impressionou-os de tal modo, que o convidaram a visitar os Estados Unidos.
Quando chegaram, um mundo totalmente novo abriu-se diante dos olhos do jovem haitiano. Nunca dormira em lençóis, nunca tivera três refeições em um só dia, nunca usara água encanada e nunca provara um Big Mac.
Viajando pelos Estados Unidos, o jovem fez muitos amigos. Ao fim de uma longa visita de seis semanas, seus anfitriões ofereceram em sua honra um jantar de despedida. Após aquela refeição, diversos membros do grupo dirigiram-lhe palavras de calorosa despedida. Então perguntaram ao moço haitiano se gostaria de dizer alguma coisa. Sim, declarou: Gostaria. Desejo agradecer-lhes por me haverem convidado. Apreciei realmente este período nos Estados Unidos. Mas também estou muito contente em voltar para casa. Vocês possuem tanto na América, que já estou quase perdendo a confiança na dependência diária de Cristo!”
Será que dependemos de Cristo?

Nossa tendência é buscar independência. Não gostamos de depender de ninguém, não é verdade? Proclamamos confiança em um Deus invisível, anunciamos aos quatro ventos seu amor, cuidado e provisão, mas, todo o tempo, trabalhamos por independência. Financeira, emocional e até mesmo espiritual.
Isso é mais real do que gostaríamos de admitir. É um padrão de pensamento secular ao qual temos nos moldado. Nossos muitos recursos têm nos impedido de depender de Deus e depender de Deus é ter o temor e a confiança de que o Senhor tem o poder de dar-nos o que precisamos. Somos como o povo de Israel que se cansou da provisão diária e sentiu saudades das “cebolas do Egito”.
Que o Senhor nos conduza à genuína confiança e dependência ou morreremos, abastados, deixando posses, mas não herdando nada!
Helena Tannure

Tudo coopera para o bem - Coral Resgate


terça-feira, 25 de setembro de 2012

Hoje tem =D


Aprender a Confiar - Rafaela Pinho


Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso."

Para sua Glória...

…não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós […], alegrai-vos […] na revelação de sua glória… 1 Pedro 4:12-13
Você pode aprender muito ao caminhar com outras pessoas em tempos de dificuldade. Isso foi o que ocorreu conosco quando nossos amigos Samuel e Carol percorreram a jornada do câncer de Samuel. Durante um ano, vigiamos e oramos, enquanto ele se submetia ao tratamento e à dor. E, justamente quando parecia que ele estava a salvo, um novo diagnóstico relatou mais câncer.
O desapontamento foi óbvio. O segundo ano se pareceria muito com o primeiro, pois Samuel teria de passar novamente por quimioterapia e sofrer novamente com os enjoos e efeitos colaterais.
Mas, quando Sam nos falou sobre suas expectativas com mais meses de tratamentos, disse algo que todos podemos aprender: “Queremos ter certeza de que, por meio de tudo, Deus receba a glória e que reflitamos Seu amor pelos outros.” Imagine só! Enquanto enfrentava outro ano de dor e provações, a primeira prioridade de Samuel era demonstrar o amor de Deus por meio daquela experiência. Ele tinha expectativas sobre o momento da “revelação de sua [Deus] glória” (1 Pedro 4:13).
Carol escreveu aos amigos: “Tem sido um ano de provações, mas Deus sempre nos tem conduzido com Sua misericórdia e graça. Que nunca afastemos os nossos olhos dele e de Seu amor por nós.”
Quais as montanhas que você enfrenta? Como Samuel e Carol, você também pode depender da graça de Deus para prosseguir. Ore também para que você possa refletir Seu amor.
As crescentes provações apenas fazem a lâmpada da graça brilhar ainda mais.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Kari Jobe -You Are For Me

Jubatrem Prêta-à-Porter

(clique para ampliar)

Lançamos os dois primeiros modelos de camisetas Jubatrem. Se você gostou e quer entrar nessa moda fale conosco!

Pense Nisso

(clique para ampliar)

Combatendo o ciúme


Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem? —1 Coríntios 3:3
Conta-se a história de dois lojistas fortemente rivais. Diariamente, eles acompanhavam os negócios um do outro. Se um deles recebia um cliente, sorria triunfantemente para seu rival.
Certa noite, um anjo apareceu a um dos lojistas em sonho e disse: “Eu lhe darei o que quer que você me peça, mas, aquilo que você receber, seu concorrente receberá em dobro. Qual é o seu desejo?” O homem franziu o cenho e respondeu: “Deixe-me cego de um olho.” Isso é ciúme do pior tipo!
A emoção autodestrutiva do ciúme teve o potencial de provocar divisão na igreja de Corinto. Estes cristãos haviam recebido o evangelho, mas não tinham permitido que o Espírito Santo transformasse seus corações. Como decorrência, sentiram ciúmes uns dos outros, dividindo a comunidade. Paulo identificou o ciúme deles como um sinal de imaturidade e mundanismo (1 Coríntios 3:3). Estes cristãos não estavam agindo como pessoas transformadas pelo evangelho.
O nosso contentamento e gratidão pelo que temos é um dos mais claros indicadores de que o Espírito Santo está operando em nossas vidas. Portanto, em vez de sentirmos ciúmes, somos capazes de genuinamente celebrar os dons e as bênçãos dos outros.
A gratidão a Deus é o remédio para o ciúme.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Pense Nisso (ou melhor: Aja!)

(clique para ampliar)

O que estamos esperando?

Palavras no espaço

Cristo…] pelo qual temos ousadia e acesso com confiança, mediante a fé nele. Efésios 3:12
A verdadeira confissão: Quando descobri que o astronauta Rex Walheim levaria uma cópia de Nosso Andar Diário com ele, para o espaço, na última missão do ônibus espacial Atlantis, fui procurar quais dos devocionais que eu havia escrito ele leria. A ideia de minhas palavras serem lidas no espaço parecia, bem, um tanto surpreendente para esta garota de cidade pequena.
Mal satisfiz minha curiosidade, porém, ocorreu-me outro pensamento. Por que considerar isso uma grande coisa? Minhas palavras são ouvidas nos lugares celestiais sempre que oro. O que me aconteceu para que eu ache natural que o Deus que criou o universo escuta as minhas palavras? Em Cristo, posso aproximar-me de Deus com liberdade e confiança (Efésios 3:12). Por que ficar tão maravilhada por um ser humano ler o que eu escrevi, do que pelo Deus Todo-poderoso ouvir minha oração?
Se essa ideia não for suficiente para despertar-me da complacência, existe esta: O Senhor está usando a igreja para tornar conhecida Sua sabedoria aos “…principados e potestades nos lugares celestiais” (v.10). Imagine. Deus não apenas ouve as nossas orações, mas nos usa, nós os terráqueos, para ensinar o plano de redenção, aos seres celestiais, que Ele cumpriu por meio de Cristo. Isso, sim, é uma grande coisa!
Deus sempre está disponível para ouvir a oração de Seu filho.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Oração é o que liga

(clique para ampliar)

Toda quarta feira temos culto de oração a partir das 20h. Durante este mês vamos clamar por Missões Nacionais. Venha interceder pelos missionários que estão espalhado pelo Brasil. Faça parte você também. 

Programe-se

(clique para ampliar)

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo". 

Blessed be your name


Dentro do Fogo

Se o nosso Deus, a quem servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente… Daniel 3:17
Envolto em cobertores na picape de meus avós, eu assistia ao incêndio que consumia nossa casa. Meu pai diz que eu dormia profundamente enquanto ele carregava meu irmão, eu e nossos cãezinhos para um lugar seguro. Quando acordei e vi a enorme labareda, já estava em segurança. Eu era demasiadamente curioso e pequeno para ter medo.
Recordo-me de várias coisas daquela noite. Mesmo no interior da picape, o calor era intenso e o fogo era hipnotizante. Também me lembro do temor nas faces de todas as outras pessoas, verificando repetidamente se seus entes queridos estavam seguros. Mais tarde, soube que, em meio ao caos, meu pai correu para dentro do fogo para procurar por meu avô, o que fez com que meu avô (que não estava no interior da casa) corresse para buscar meu pai. A coragem deles afetou a todos os que presenciaram a cena naquela noite.
Lembro-me daquele incêndio sempre que leio a história de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Quando foram desafiados pelo decreto de prostrar-se diante do rei ou enfrentar a execução (Daniel 3:10-12), esses três encararam bravamente o fogo por aquele a quem eles amavam (vv.16-18). E o Senhor esteve com eles nas chamas (v.25).
Quando as “chamas” da vida nos testarem, que aqueles que observam nossas escolhas possam reconhecer nosso amor uns pelos outros e por nosso Deus.
A fé cresce no solo das provações.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Teu Amor não falha - Nivea Soares


Pequeno Grupo



Jovem, venha participar do nosso pequeno grupo que acontece toda terça feira sempre as 20 horas. Durante algumas horas conversamos, trocamos experiências, cantamos, rimos e claro, oramos. 

Nossos encontros acontecem na casa do Jé e da Aline. Caso você queira participar e não sabe qual é o endereço, deixe seu e-mail no espaço para comentários ou mesmo entre em contato pelas nossas redes sociais. 

TODOS estão convidados. 

Pense Nisso

(clique para ampliar)

A atração de uma mensagem

…Fala, porque o teu servo ouve. 1 Samuel 3:10
Você está sentado na plateia, numa sala escura, assistindo a um concerto, uma peça de teatro ou a um filme, quando, de repente, uma tela de smartphone se acende, uma pessoa lê uma mensagem recebida e, talvez, dedica um tempo a respondê-la. Em seu livro The Shallows: What the Internet Is Doing to Our Brains [Os Frívolos: O que a Internet está fazendo com nossos cérebros], Nicholas Carr diz que, em nosso mundo conectado, “A percepção de que pode haver uma mensagem esperando por nós” é cada vez mais difícil de resistir.
Samuel era um garoto quando ouviu uma voz chamar seu nome e pensou ser do sacerdote Eli no tabernáculo em que servia ao Senhor (1 Samuel 3:1-7). Quando Eli percebeu que Deus estava chamando Samuel, ele disse ao garoto como responder. Quando Deus chamou seu nome pela terceira vez, Samuel respondeu: “…Fala, porque o teu servo ouve” (v.10). Essa prontidão a ouvir a voz de Deus se tornou o padrão da vida de Samuel “…enquanto por sua palavra o Senhor se manifestava ali a Samuel” (v.21).
Estamos escutando a voz de Deus em nossas vidas hoje? Somos mais atraídos pela vibração de um smartphone do que pela suave e calma voz do Senhor através da Sua Palavra e do Seu Espírito?
Que nós possamos, como Samuel, aprender a discernir a voz de Deus e dizer: “Fala, Senhor. Estou ouvindo”.
Não permita que o ruído do mundo o impeça de escutar a voz do Senhor.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

We Cry Out - Jesus Culture


Não esqueça

(clique para ampliar)

Participe...

(clique para ampliar)

Pequeno Grupo

(clique para ampliar)

Atenção meninas casadas, hoje tem rede de casadas a partir das 20h na casa da Aline e do Jé. Todas estão convidadas!

Pense Nisso


"Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! "

Do dever ao prazer

Terei prazer nos teus mandamentos, os quais eu amo. Salmo 119:47
Por ter a agenda lotada, às vezes minha esposa só consegue dedicar pouco tempo a cada um de nossos netos, semanalmente. Quando possível, porém, ela altera sua agenda para passar mais tempo com eles — não por dever, mas por amor a eles. Quando a vejo com eles, compreendo o significado da palavra prazer.
No Salmo 119, Davi nos fala sobre seu “prazer” na Palavra de Deus. Ele usa a palavra prazer oito vezes (vv.16,24,47,77,92,111,143,174). Ele diz: “Terei prazer nos teus decretos; não me esquecerei da tua palavra […] Terei prazer nos teus mandamentos, os quais eu amo” (vv.16,47). As palavras do salmista, “terei prazer”, indicam que esse é um ato deliberado da sua vontade. Contudo, não lhe constitui um peso ter prazer na Palavra de Deus, porque ele a ama. O relacionamento íntimo de Davi com Deus criou nele um desejo de saber o que seu Amado tinha a dizer.
Da mesma maneira, para nos movermos do dever ao prazer na Palavra de Deus, precisamos fortalecer nosso relacionamento com Ele. Quando recordarmos o quanto Ele nos ama e acalenta, responderemos com amor e teremos prazer em investir tempo com Ele. “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!” (v.97).
Seja manhã, tarde ou noite, permita que a Palavra de Deus seja o seu prazer.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Eu escolho te louvar - Mariana Valadão


Prepare-se

(clique para ampliar)

Pense Nisso

(clique para ampliar)

... "Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna. João 6:68

Voo Solo

Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 1 Coríntios 3:16
Os dias 20 e 21 de maio de 1927 marcaram uma mudança na história da aviação, quando o americano Charles Lindbergh fez o primeiro voo solo transatlântico ininterrupto de todos os tempos. Outros voos já haviam cruzado o Oceano Atlântico, mas, nenhum deles com um piloto solitário. Foi um feito histórico. Quando Lindbergh pousou no Aeroporto Le Bourget, em Paris, milhares de admiradores aglomeraram-se em torno dele, aplaudindo seu sucesso. E, ao retornar à América, recebeu honras com desfiles e prêmios celebrando sua coragem e seu espírito individualista.
Embora o voo solo de Lindbergh tenha sido perigoso, viver em nosso mundo decaído pode ser muito mais perigoso. Os seguidores de Cristo, porém, podem sentir-se encorajados e confortados por nunca termos de “voar solo”. Na noite antes de Sua crucificação, Jesus prometeu que não nos abandonaria, mas enviaria Seu Espírito para habitar conosco e em nós (João 14:16-17). Mais tarde, o apóstolo Paulo afirmou isso, dizendo: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1 Coríntios 3:16).
Num mundo repleto de desespero e tribulação, podemos ficar encorajados. O Espírito Santo habita em nós, proporcionando-nos a paz e o conforto de Jesus (João 14:26-27). Você está agradecido por nunca ter de “voar solo”?
O Espírito que habita em nós garante que nunca estaremos sós.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Pense Nisso


"O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranqüilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome."  Salmos 23:1-3

Guloseimas

…Tu és o meu Senhor; outro bem não possuo, senão a ti somente. Salmo 16:2
Tenho de admitir que adoro doces. De todas as balas que amo, as Good & Plenty (balas brancas e pink em formato de cápsula) estão quase no topo da lista. A vida é boa quando tenho um punhado desses deliciosos pedaços de alcaçuz cobertos de açúcar!
Há muitas coisas boas na vida. Mas, é como saborear as gostosuras prediletas; o que é bom dura pouco. Até mesmo a melhor das coisas boas pode, na sequencia, deixar-nos sentindo vazios e até mesmo arrependidos. Assim, quando o salmista declara: “Digo ao Senhor: Tu és o meu Senhor; outro bem não possuo, senão a ti somente” (Salmo 16:2), fico intrigado. Todos nós reconhecemos que Deus é bom. Mas, quando foi a última vez que nós o aceitamos como o bem supremo em nossas vidas?
O salmista apenas explica o quão bom Deus verdadeiramente é: Ele é o nosso refúgio (v.1), nosso bondoso doador (v.2), nosso conselheiro e instrutor (v.7), e aquele que torna conhecido “o caminho da vida” e nos enche de alegria em Sua presença (v.11). Isso é o que eu chamo de bom!
Infelizmente, com excessiva frequência deixamos que os “bens menores” eclipsem ou ofusquem a nossa aceitação da eterna bondade de Deus em nossas vidas. A natureza fugaz dos bens menores acabará por desapontar-nos — você pode contar com isso. Somente Deus é verdadeiramente bom! E farto em tudo o que precisamos.
Só Deus é bom. Não aceite imitações.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Pequeno Grupo

 
Atenção Jovens, 

Por motivos de falecimento de um membro de nossa Igreja, nesta terça feira, 11/09/2012 ,não teremos rede de oração. Pedimos que todos orem pela família do Irmão Paiva (avô do Airton/ Bolívia) para que Deus console os corações enlutados Voltamos normalmente na próxima semana.

Até lá

Pense Nisso


"Louvem-lhe o nome com danças, cantem-lhe louvores com adufe e harpa." 

Imite o Bom

…não imites o que é mau, senão o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus. 3 João 1:11
A maioria das pessoas concordaria que a vida é uma dolorosa mistura de coisas boas e ruins. Essa premissa é válida no contexto do casamento, amizade, família, trabalho e igreja. No entanto, surpreendemo-nos e ficamos desapontados quando o egocentrismo invade o palco numa congregação de pessoas que buscam adorar e servir a Cristo juntas.
Quando o apóstolo João escreveu a seu amigo Gaio, ele elogiou o andar em verdade e a generosa hospitalidade dos membros de sua igreja (3 João 1:3- 8). Entretanto, na mesma comunidade, Diótrefes, “…que gosta de exercer a primazia entre eles…” (v.9), criara uma atmosfera de hostilidade.
João prometeu lidar pessoalmente com Diótrefes em sua próxima visita à igreja. Nesse meio tempo, ele incitou a congregação: “Amado, não imites o que é mau, senão o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus” (v.11). As palavras de João fazem eco à instrução de Paulo aos cristãos de Roma: “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Romanos 12:21).
Em um conflito acalorado, podemos ser tentados a “combater fogo com fogo”. No entanto, João nos incita a afastarmo-nos do que é mau e seguir o que é bom. É esta a atitude que honra o nosso Salvador.
Assim como a luz vence as trevas, a bondade pode vencer o mal.

Me ama - Diante do Trono


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Atenção


Neste domingo, 09/09/2012, nossas celebrações acontecerão normalmente. Para saber os horários clique aqui

É hoje



ATENÇÃO ACAMPANTES, 

Enfim chegou o grande dia. Está tudo pronto e preparado para recepcionar vocês.  Mas antes temos que lembrá-los:

O ponto de encontro será hoje, 06/09/2012, na porta da Igreja (Rua Paulo César, nº 46). O horário previsto para a saída será às 23h. Pedimos a todos que qualquer imprevisto entre em contato.  Quanto mais cedo sairmos teremos mais tempo para aproveitar o feriado.

O retorno acontecerá no dia 09/09/2012, domingo. O horário para chegada à igreja está previsto para as 20h.

NÃO ESQUEÇAM SEUS DOCUMENTOS! No mínimo carteira de identidade.

Meninas, cuidado com a  Bagagem! São três dias e não três anos! #PenseNisso

Não esqueçam as câmeras fotográficas!

Para mais orientações e dicas do que levar clique aqui

Pense Nisso


"E Jesus lhes disse: Por causa de vossa pouca fé; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível." Mateus 17:20

Sintonizando


Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e elas o seguem, porque lhe reconhecem a voz. —João 10:4
Não sei se isso ocorre em todos os casamentos, mas, por alguma razão, tenho a tendência de dessintonizar tudo que está à minha volta e concentrar-me em meus próprios pensamentos. Isso é especialmente frustrante para minha esposa, Martie, quando ela conversa comigo sobre algo importante. Frequentemente, quando percebe o olhar distante nos meus olhos, ela diz: “Você ouviu alguma coisa do que eu disse?”
Ouvir é uma parte importante de qualquer relacionamento, especialmente em nosso relacionamento com Cristo. Ao pertencermos a Ele, temos o privilégio de ter comunhão com Cristo por meio da Sua Palavra e da obra do Espírito Santo em nossos corações. Sabemos que estamos prestando atenção ao verdadeiro Pastor quando Sua voz nos leva a justiça, amor, graça, e tudo isso é consistente com Seu caráter e Sua vontade. Como Jesus deixou claro ao identificar-se como o “bom Pastor” no livro de João 10, aqueles que o escutam diligentemente se tornam seus seguidores dedicados (v.4), que estão sendo transformados para serem semelhantes a Ele.
Assim como ouvir atentamente seu cônjuge ou um amigo comunica valor e dignidade, prestar atenção à voz de Jesus é uma maneira de confirmar Sua importância em sua vida. Assim, deixemos de lado as distrações da vida, sintonizemos em Sua voz e oremos pela graça para fazer o que Ele diz.
Ouvir Jesus é o primeiro passo para segui-lo.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Pense Nisso

(clique para ampliar)

Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo. João 6:51

A porta Oculta


Bem aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação. Tiago 1:12
Não foi a primeira vez que aconteceu no esporte e, certamente, não será a última. Mas, talvez mencionar novamente possa ajudar-nos a impedir que cometamos o mesmo erro vergonhoso.
O treinador de uma universidade — reconhecido por seu caráter cristão — renunciou em desgraça após ter sido descoberto que ele violara regras claras da Associação Atlética Universitária Nacional. Um artigo numa revista concluiu: “Sua integridade era um dos grandes mitos do futebol universitário.”
Certamente, esse foi um momento constrangedor para o técnico, mas a parte mais preocupante é que isso pode acontecer com qualquer um de nós. A tentação em nos escondermos atrás da porta chamada sigilo em nossas vidas e fazer coisas que desonram o Senhor nos assombra a todos. Na verdade, todos nós somos capazes de transformar nossa integridade em mito — transformar nosso testemunho por Jesus em farsa. Não importa qual seja a tentação, somos todos vulneráveis.
Portanto, de que maneira evitaremos ceder? Reconhecendo a universalidade da tentação (1 Coríntios 10:13). Reconhecendo os resultados perigosos de ceder ao pecado (Tiago 1:13-15). Mantendo-nos responsáveis perante os demais cristãos (Eclesiastes 4:9-12). E imploremos a Deus para que nos ajude a não cair (Mateus 26:41). Somente a graça e o poder de Deus podem nos impedir de cair e nos resgatar quando falhamos.
Cada pecado tem a sua porta de entrada; mantenhamos essa porta fechada

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Atenção

(clique para ampliar)

Excepcionalmente nesta terça feira, 04/09/2012 não teremos rede de oração. Voltamos normalmente na próxima semana. 

Pense Nisso


Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão.  João 10:28

Bem preparado


Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá. —Mateus 24:44
A idéia de estar sempre preparado faz-me lembrar do vizinho da casa ao lado da nossa quando eu estava crescendo. Quando o Sr. Nienhuis voltava para casa, ele sempre colocava seu carro na garagem de marcha a ré. Isso me pareceu incomum até minha mãe explicar-me que ele era um bombeiro voluntário. Se recebesse um chamado, tinha de estar pronto para correr para o quartel dos bombeiros. Ele entrava de marcha à ré porque, assim, podia sair rapidamente quando tivesse de apresentar-se para o serviço.
Estar bem preparado é importante em grande parte da vida. “Se eu tivesse oito horas para derrubar uma árvore, gastaria seis afiando o meu machado”, disse Abraham Lincoln. Nós nos preparamos para uma carreira estudando. Compramos seguro para o caso de um acidente de carro ou incêndio na casa. Até nos preparamos para o final da vida fazendo um testamento para deixar os bens aos entes queridos.
A Bíblia nos diz que também precisamos nos preparar espiritualmente. Fazemos isso nos protegendo de ataques espirituais; revestindo-nos com uma armadura espiritual (Efésios 6:10-20); preparando nossas mentes para uma vida em santidade (1 Pedro 1:13); certificando-nos de estarmos sempre preparados para responder às perguntas sobre a razão para a esperança que possuímos (3:15); e assegurando que estamos prontos para a prometida volta de Jesus (Mateus 24:44).
Você está bem preparado para o que está por vir? Inseguro? Peça ao Senhor a Sua ajuda e orientação.
Somente os que estão preparados para a batalha obtêm a vitória espiritual.

Never Alone - Barlow Girl


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Falta pouco

(clique para ampliar)

Pense Nisso

(clique para ampliar)

"Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido." Eclesiastes 5:10

Por que trabalhamos


…não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus… Efésios 6:6
No final dos anos 1660, Sir Christopher Wren recebeu a tarefa de projetar novamente a Catedral de São Paulo, em Londres. Conta a lenda que, certo dia, ele visitou o canteiro de obras desse grande edifício e não foi reconhecido pelos trabalhadores. Wren andou pelo local, perguntando a vários deles o que estavam fazendo. Um trabalhador respondeu: “Estou cortando um pedaço de pedra.” Um segundo trabalhador respondeu: “Estou ganhando o salário do dia. Um terceiro, entretanto, teve uma perspectiva diferente: “Estou ajudando Christopher Wren a edificar uma catedral magnífica para a glória de Deus.” Que contraste na atitude e motivação desse trabalhador!
Por que fazemos o que fazemos é extremamente importante, particularmente quando isso diz respeito às nossas vidas profissionais e carreiras. Esse é o motivo pelo qual Paulo desafiou os Efésios a fazerem seu trabalho “…não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus; servindo de boa vontade, como ao Senhor e não como a homens” (Efésios 6:6-7).
Se fizermos nosso trabalho meramente para ganhar um salário ou satisfizer um supervisor, ficaremos aquém da mais alta motivação — fazer nossa melhor como evidência de nossa devoção a Deus. Assim, por que trabalhamos? Como aquele trabalhador disse a Wren, trabalhamos “para a glória de Deus”.
Não importa quem assina seu contracheque; você está, na verdade, trabalhando para Deus.