sexta-feira, 31 de outubro de 2008

A SEXUALIDADE E A PÓS-MODERNIDADE...


Não existe nem existirá um livro como a Bíblia. Nela encontramos conselhos que nos orientam como nos relacionar com Deus e com as pessoas que nos rodeiam, para alcançar a realização plena em nossas vidas. A sociedade em que vivemos quer inventar os valores absolutos que encontramos na Palavra de Deus, forçando-nos a viver segundo o curso deste mundo.

Todos nós em geral, mas em especial vocês, jovens, são bombardeados pela TV, Internet, rádio, escola, trabalho, bancas de jornal ... sendo convidados a atender aos apelos da sensualidade. Muitos de vocês têm resistidos com a graça de Deus a esses ataques; outros têm caído e se levantado novamente, alcançando a restauração; mas muitos têm caído não tem forças suficiente para abandonar o pecado, sofrendo os danos emocionais e psicológicos devastadores de uma relação sexual pré-matrimonial.

Deus deseja que você escolha andar nos Seus caminhos; que escolha uma pessoa para compartilhar com ela e sua vida, e que ambos tenham um compromisso com a moral e sejam em referencial para este mundo perdido. O jovem sempre tem lutado com seus impulsos sexuais não só neste tempo pós-modernos. Preste atenção a esta história relatada em 2Sm 13: 1-19, e grave no seu coração os seus ensinamentos.

Quer saber a conclusão desse estudo? Domingo às 9h30 na EBD.


LIVRE-SE DO HALLOWEEN...


“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com suas paixões e seus desejos. Se vivemos pelo espírito, andemos também pelo Espírito.” (Gálatas 5. 22 – 25)

Por Ery Requena

Hoje, 31 de outubro, muitas cidades espalhadas ao redor do mundo, comemoram o famoso “halloween” ou “dia as bruxas”. Esta comemoração não faz parte do calendário brasileiro, mas aos poucos essa “festa” tem ganhado espaço em nosso cotidiano. Nesse dia algumas escolas, principalmente de idiomas estrangeiros, enfeitarem suas instalações com motivos um tanto quanto assustadores.

Mas, eis que surge uma pergunta: Você sabe o que é essa festa?

Essa festa teve origem há muito tempo atrás, antes mesmo da vinda de Cristo. Os povos Celtas acreditavam que no dia 31 de outubro os espíritos das pessoas que morreram naquele ano voltariam à suas casas para se abrigarem do inverno e com isso o início do reinado das trevas. Como as pessoas tinham medo que os mortos tomassem conta dos seus corpos, elas se fantasiavam com máscaras assustadoras e esculpiam rostos em legumes ocos, acendiam velas e saiam pelas ruas fazendo muito barulho para assim espantar os espíritos maus. Antes mesmo de ter o nome “halloween”, essa comemoração era chamada de “samhain” que traduzido para o português quer dizer “senhor dos mortos” ou “príncipe das trevas”. Esses povos antigos tinham costumes bem diferentes dos nossos, dentre eles a prática de magias, adivinhações sobre o futuro, sacrifícios a vários deuses, dentre eles, ao deus da morte. Com isso, na noite do dia 31 muitas pessoas saíam às ruas pedindo comida para fazer o tal sacrifício. Quem negasse era amaldiçoado e atormentado pelas magias.

Como jovens cristãos não podemos deixar que esse tipo de festa alimente nossa imaginação com pensamentos: “não tem nada demais!” ou “eu não me deixo influenciar”. Pode até ser que essa comemoração não afete sua intimidade com Deus, mas a partir do momento que você as pratica torna-se um incentivo para que as organiza.

Veja alguns versículos que vão contra essa festa:

"Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo...” (Hebreus 9.27)

“Reconheçam isso hoje, e ponham no coração que o Senhor é Deus em cima nos céus e em baixo da terra. Não há nenhum outro. (Deuteronômio 4.6)

“Felizes os que lavam as suas vestes, e assim têm direito à árvores da vida e podem entrar na cidade pelas portas. Fora ficam os cães, os que praticam feitiçarias, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos os idólatras e todos os que amam e praticam mentiras.” (Apocalipse 22. 14-15)

“Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidades sexuais, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos – o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre.” (Apocalipse 21. 8)

“Ora, as obras da carne são manifestas; imoralidade sexual, impureza e libertinagem, idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e invejas; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdaram o Reino de Deus. (Gálatas 5. 19 – 21)

Jovem, tome cuidado com esse tipo de prática. Você foi feito para glorificar e exaltar a Deus através da sua vida. Não perca seu tempo participando dessa comemoração. Lembre-se que a nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra principados e potestades que a todo tempo tenta te afastar da maravilhosa Graça de Deus.

Um final de semana abençoado na presença do Príncipe da Paz.





LUZ NAS TREVAS...


" Se, pois o teu corpo estiver iluminado, sem ter parte alguma em trevas, será inteiramente luminoso, como quando a candeia te alumia com o seu esplendor" (Lc. 11 - 36)

O Evangelho tem sido sempre identificado como claridade, abundância de luz, beleza da irradiação espiritual. O mestre disse: Eu sou a luz do mundo. Aos seus seguidores deu a incumbência de também serem luz para espantar as trevas.

Poucas pessoas, nos grandes centros, sabem da importância de uma vela ou de um candeeiro colocado em lugar alto para clarear o ambiente. Somente nos chamados "apagões" as pessoas têm noção do mal que causa a escuridão. Durante a noite, fechamo-nos em nossos lares e não percebemos o mal que nos cerca; trancamos bem as portar, e esperamos a luz do novo dia para ficarmos de novo combativos e adestrados para as lutas. A escuridão sempre se apresenta como arma do inimigo. É nas trevas que os maus se apresentam, pois como diz a Palavra de Deus, não vêm para a luz para que suas obras não sejam manifestas. A luz representa o Reino de Deus e ao clarear o ambiente, ressalta o bem que há ao redor e mostra o que é mal e deve ser corrigido.

Jesus fala da importância da luz dos olhos e de um corpo todo iluminado. Mas o mundo tem ensinado práticas diferentes no uso de nosso corpo. Ele ser torna embrutecido, muitas vezes usando temas místicos e deprimente dos valores morais que devemos realçar. Para o mundo tudo isto não faz mal, não causa diferença. Mas infelizmente, alguns daqueles que pertencem ao Reino de Luz, compactuam com esses costumes, não percebendo que em tudo isso é um engano do inimigo.

Somos nós esse tipo, que ilumina, que clareia, que abençoa o ambiente?

Here I Am to Worship

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

JOVENS...

Batam palmas, vocês, todos os povos aclamem a Deus com cantos de alegria. Pois o Senhor Altíssimo é temível, é o grande Rei sobre toda a terra!" (Salmos 47. 1-2)

REPOUSO NA TEMPESTADE...


"Enquanto navegavam, ele adormeceu; e desceu uma tempestade de vento sobre o lago; e o barco se enchia de água, de sorte que perigavam" (Lc. 8. 23)


Aqui é comprovada a incredulidade dos discípulos que acompanhavam Jesus. Eles já haviam vistos muitos sinais e maravilhas, mas diante da manifestação de seu poder, só souberam perguntar: Quem é este que até vento e as onde repreende, e lhe obedecem?

Podemos aprender lições desse acontecimento. Uma delas é observar a tranquilidade do Mestre que dorme no meio da tempestade. Ele estava consciente de que, sendo o Senhor de tudo e de todos, nada poderia atingi-lo naquelas circunstâncias e aguardou o chamado para manifestar o se poder sobre a natureza e a grandeza do Pai. Jesus observou o espanto nos alhos daqueles homens, o medo nos rostos rudes de pescadores acostumados a dificuldade, acalmou a tormenta e quando tudo ficou tranquilo, perguntou: Onde está a vossa fé?

Realmente o mundo da fé é muito mais abrangente que o conhecimento de fatos. Eles podiam contar os sinais extraordinários que haviam presenciado, curas e até ressurreição. MAs faltava-lhes o fundamento básico - a fé. Eles ainda não conheciam o poder de Jesus. Nem confiavam no poder de Jesus. Por isso se mostraram tão inseguros, indefesos e frágeis diante da tempestade. Tempestade que não era a primeira de sua vida de pescadores. Mas se revestia de um diferente enfoque, porque ali estava alguém especial, que eles se determinaram a seguir, mas que domina, num momento de tremendo perigo! Eles não tiveram meias palavras, não disseram que estavam enfrentando perigo, mas deram uma versão final; estamos perecendo!

Jesus gastou bastante tempo de seu ministério, dali em diante para ensiná-los sobre ele e o Pai. Eles não tinham a Bíblia, como nós hoje. Por isso sempre lutaram para aprender, para crer, para entender, para seguir de verdade. E nós?

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

CONQUISTANDO IMPOSSÍVEL...


"[...] Porque a fé que você têm é pequena. Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: 'Vá daqui para lá', e ele irá. Nada lhe será impossível . Mas essa espécie só sai pela oração e pelo jejum"

PROJETO MINHA ESPERANÇA...

Minha Esperança é um esforço evangelístico, para que cada crente do país alcance seus amigos, familiares e vizinhos com o evangelho da esperança em Jesus Cristo, convidando-os a vir à sua casa para assistirem a três programas de televisão e ajudá-los a crescer no Senhor e tornarem-se parte de sua igreja local, tão logo se convertam a Cristo.

O que é concretamente o projeto Minha Esperança e como se desenvolve?
  • É um projeto evangelístico que alcançará todo território nacional.
  • Cada igreja evangélica será convidada a desenvolver o projeto dentro do seu próprio contexto, somando-se ao conjunto de igrejas cristãs de todo país.
  • A mensagem de Jesus Cristo será transmitida pela televisão por três noites consecutivas através de uma rede de alcance nacional e em horário nobre.
  • Nas duas primeiras noites será apresentado um programa de meia hora cada. O conteúdo incluirá uma mensagem evangelística, pregada na primeira noite por Billy Graham e, na segunda noite, por Franklin Graham, além de um testemunho impactante e música cristã.
  • Na terceira noite será transmitido um atraente filme, produzido pela Associação Evangelística Billy Graham, com uma poderosa mensagem de esperança em Cristo.Todas as igrejas receberão treinamento, capacitação, materiais e orientação a fim de alcançarem o maior número possível de lares envolvidos e capacitados onde o evangelho possa ser escutado.
  • Cada crente, em cada igreja, poderá participar de forma ativa, por meio dos passos indicados no folheto de Mateus e seus amigos, apresentando conjuntamente com Billy Graham e Franklin Graham a mensagem da esperança em Cristo por ocasião das transmissões.
  • Como resultado, dezenas de milhares de cristãos estarão capacitados para compartilhar o evangelho com amigos, familiares e vizinhos.

Associação Evangelística Billy Graham

Para obter mais informações clique aqui ou aqui

A CRUZ É A MENSAGEM DO CRISTÃO...


"Certamente a palavra da cruz é [...] para nós, que somos salvos, poder de Deus" (ICo 1.18)
a mensagem da cruz pode transformar vidas, famílias e a sociedade. Isso só pode acontecer porque ela é "poder de Deus". O mundo está desesperadamente necessitado da mensagem da cruz. E mesmo a Igreja professa precisa urgentemente deixar a sua busca por viver o céu aqui na terra e abandonar o seu comodismo mundano, para se tornar "o bom perfume de Cristo" para vida e para morte.

Aquele que não está pronto para morrer pela cruz, não está pronto para viver por ela.
  • A mensagem da cruz não é pessimista, é relevante, pois sem ela não seríamos salvos.
  • A mensagem da cruz não é ultrapassada, é atual, pois é o poder de Deus para os que crêem.
  • A mensagem da cruz não é triunfismo, é realismo, pois devemos estar dispostos a morrer por ela.
  • A mensagem da cruz não é vergonha, é vida, é vida eterna para aqueles que por ela vivem.
O cristão é o mensageiro da cruz, e a cruz é a mensagem do cristão.

A TEOLOGIA DA CRUZ...

A Cruz, e não a prosperidade, é a essência do cristianismo, pois ela é:

  1. A glória do cristão,
  2. A marca do cristão,
  3. A mensagem do cristão.

Não existe pastor sem cruz. Não existe missionário sem cruz. Não existe cristão sem cruz. "Todos os homens que foram grande aos olhos de Deus foram pessoa profundamente marcadas pela cruz.

Michelangelo, com mais de oitenta anos de idade, escreveu suas últimas palavras: "Meus pensamentos, outrora ligeiros em torno de coisas prejudiciais para entender, que são agora? Em vão suspiro pela ajuda da pintura e da escultura, meu único refúgio é aquele amor divino, que da cruz estendeu seus braços para me salvar

A cruz nos mostra como o homem pode ir longe no pecado, e quão longe pode ir Deus para nos buscar" (H. C. Trumbull)

Não é a teologia da prosperidade ou a teologia da miséria, mas a "teologia da cruz" que deve ser nossa pregação e nossa glória contra os ladrões de corações.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

PRESENÇA NECESSÁRIA

"Então Moisés lhe disse: Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui"(Ex. 33. 15)


Sentir a presença de Deus é um dos fatores mais importantes na vida religiosa. Moisés sabia disto, por isso na sua insistência. Ele tinha sentido a presença através da sarça ardente, dos sinais poderosos que antecederam à saída do povo do Egito e, também, no deserto. A nuvem de dia e a coluna de fogo à noite. Era esta presença marcante que dava autoridade a Moisés e motivação para continuar. O povo pecou e agora Moisés queria ter a certeza de que Deus continuaria com eles.

A presença do Senhor era necessária porque Moisés estava numa missão dada por Deus. “Faze subir a este povo”. Não se faz o que Deus quer, sem a presença dele. A presença do Senhor era necessária, pois sinalizava a comunhão com Deus. Deus tinha dito a Moisés: “Conheço-te por teu nome”, enfatizando a comunhão que ele tinha com Moisés e, conseqüentemente, de Moisés com Deus. Você precisa desenvolver esta intimidade com Deus também.

A presença do Senhor era necessária porque ele precisava de uma guia no deserto. Moisés disse: “Rogo-te que agora me mostres os teus caminhos”. Moisés precisava que o Senhor estivesse com eles na jornada até a terra prometida. Estavam ainda no deserto e tinham que saber os caminhos por onde conduzir o povo até o final. Com a presença de Deus em sua vida, você sempre escolherá o caminho certo.

A presença do Senhor era necessária, pois sinalizava que “esta nação é teu povo”. Sentir a presença de Deus na vida é sentir-se pertencente a ele. Ore sempre a Deus, assim como Moisés: “Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui”.

extraído do manancial

DEUS DE PROMESSAS...

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

JOVENS...

"O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa FÉ. Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus." (I João 5. 4-5)

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

PRESENÇA CONSTANTE...


"E o Senhor ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os alumiar; a fim de que caminhassem de dia e de noite. Não desapareceria de diante do povo a coluna de nuvem de dia, nem a coluna de fogo de noite" (Ex. 13. 21-22)

Talvez você já tenha ouvido a velha história de um navio de passageiros que estava passando por uma tempestade e todos os passageiros estavam muito preocupados, pois o navio balançava muito. Alguns estavam nos corredores em estado de alerta. Alguém viu uma menina brincando tranquilamente. Perguntou então se ela não estava com medo. A resposta foi muito simples:

-Não, meu pai é o comandante.

Você não vai encontrar na Bíblia, Deus prometendo tirar todos os seus problemas. Paulo orou para que fosse tirado o que ele chama de "espinho na carne", algo que o atormentava, e recebeu a resposta de Deus dizendo que não seria tirado, mas que ele ficaria debaixo de sua graça. Jesus disse: "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso". Ele não prometeu tirar os problemas, mas aliviar, dar descanso. "Ele nos enviou a pregar, batizar e ensinar o povo a obedecer, até o fim dos tempos"

Deus chamou Moisés para uma missão e não disse que seria fácil, mas prometeu que estaria com ele. De dia o povo veria uma nuvem e de noite uma coluna de fogo. Era a presença de Deus animado, trazendo confiança e segurança. Quando o povo pecou, adorando o bezerro, Moisés insistiu com Deus para que não o abandonasse. "Se não fores conosco, não nos envies". Respondeu o Senhor: "Eu mesmo o acompanharei e lhes darei descanso".

Busque sempre a presença do Senhor em sua vida, ele trará força para o viver, paz e segurança.

um ótimo final de semana!

extraído do manancial

NEWS...

NÃO SE ESQUEÇA DO MUTIRÃO PARA A CONTRUÇÃO DA CASA DE CAIXA DE LEITE PARA O MINISTÉRIO INFANTIL.

Os trabalhos começarão às 14h na igreja e tem previsão de acabar, no máximo, às 17h.

Você jovem é nosso convidado especial. Aliás, se em sua casa tem alguma criança não a deixe fora dessa festa!

Vai super divertido.

A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE OU A TEOLOGIA DA CRUZ?



A lista dos que roubam é enorme:
  1. Ladrão de banco;
  2. Ladrão de carro;
  3. Ladrão de gado;
  4. Ladrão de jóias;
  5. Ladrão de galinha;
  6. Ladrão de casas;
  7. Ladrão de terras;
  8. Ladrão de bicicleta;
  9. Ladrão de namorado (a)...

Mas em nenhuma lista aparecem os LADRÕES DE CORAÇÕES! Em 2Sm 15: 1-13, a Bíblia nos conta a história de um bem-sucedido "ladrão de coração".

Absalão era filho do Rei Davi, rapaz charmoso e astuto, que pouco a pouco conseguiu roubar a motivação e o amor do povo pelo rei, em seu próprio benefício (v.6)

Absalão se aproveitou:

  1. da urgência que o povo tinha em resolver suas causas (v.3);
  2. da necessidade do povo em ser ouvido sem burocracias (vs. 3-4);
  3. da sede que o povo tinha por encontrar justiça (v.4);
  4. da ingenuidade que o povo tinha, pregando igualdade social (v.5);
  5. sa simplicidade do povo (v.11)

Os versículos 7 e 13 mostram que depois de quatro anos quase todo o povo não pertencia mais a Davi, e sim a Absalão. Por esta causa, Davi teve que fugir de Jerusalém. O v.13 descreve o resultado com eloqüência: "todo o povo de Israel segue decididamente a Absalão".

A rebeldia de Absalão é a pior das rebeldias = A REBELDIA SUTIL, NÃO DECLARADA!

Assim também, dentro de nossas Igrejas têm-se infiltrado sutilmente doutrinas e ensinamento de homens que a Bíblia não ensina.

  • Aproveitando-se das necessidades e provações das pessoas, eles têm minado e roubado o coração dos cristãos da "sã doutrina".
  • Apresentado na "sã doutrina" um "deus" diferente do Deus da Bíblia.
  • Usando princípios que a Bíblia não ensina.
  • Pregando direitos que na verdade não temos.
  • Ensinando a fazer exigência de uma 'prosperidade' que nunca nos foi prometida.
  • Incentivando um relacionamento utilitário com um 'Deus' frágil, que cede às nossas determinações.

Por isso, torna-se necessário descobrir e entender: qual é a essência do cristão?

DOMINGO ÀS 9H30 NA EBD!
NÃO PERCA


CONVITE...

(clique para ampliar)

A banda "Nossas Vidas" completa 10 anos de ministério neste sábado, 25/10. Você não pode ficar de fora da comemoração. Para maiores informações clique aqui


quinta-feira, 23 de outubro de 2008

MÚSICA...

"Extravagant Worship" é uma oração cantada. É tudo aquilo que nós, jovens cristãos, devemos ter em mente ao confrontar os desafios que o mundo pós-moderno tem colocado em nossa frente. Abra o seu coração para uma adoração extravagante.


Tradução:

Não importa o que dizem de mim
Abro mão de tudo que sou
Eu só quero te ofertar
Meu precioso, valioso, incomparável sacrifício

Adoração Extravagante
Completamente eu derramo amor
Derramo o que sou
Meu Deus

Eu quebranto o meu coração
Um perfume suave a Ti
Viverei para ti ofertar
Canções para Te amar e Te louvar
Com profunda gratidão

Adoração Extravagante
Completamente eu derramo amor
Derramo o que sou

a escolha de ESTAR mas não SER...


Era uma vez uma família de Urubus que vivia na fenda de uma rocha, numa montanha. Certo dia a família de urubus ficou muito doente, pois tinha comido carne envenenada. Quando o Gavião soube, fez muitas críticas. É problema deles, falou. "Vivem comendo animais mortos o tempo todo. Merecem o que estão passando". O Gavião, indignado pelo estilo de vida dos Urubus, ao invés de ajudá-los, iniciou uma campanha contra eles. Enquanto os Urubus ficavam cada vez mais enfraquecidos, o Gavião falava para ninguém se aproximar da casa deles. Ainda não sendo o suficiente, ficava contando piadas sobre a enfermidade dos Urubus.

A Águia reagiu à notícia de forma indiferente: pegou os seus filhotes e construiu um ninho muito acima dos outros pássaros, ignorando e olhando de "bico empinado" para os Urubus. Ela ficou isolada dos outros pássaros e dos problemas, formando sua própria comunidade, com regras próprias.

O Papagaio foi diferente, o oposto da águia. Sempre fascinado pelos vôos dos Urubus e do seu estilo de vida independente e liberal, mesmo sabendo do risco de viver como um Urubu, não se importou com isso. Por que ele também não podia fazer tudo o que o Urubu fazia? E assim ele fez, o Papagaio se tornou como um Urubu. Voou como um Urubu comeu o que o Urubu comia. Infelizmente, também pegou a doença do Urubu. Certamente não ajudou em nada aos Urubus, fora o fato de que a miséria gosta de companhia

Finalmente, a Pomba foi o único pássaro que realmente ajudou a família dos Urubus, sem condenar ou atacá-las, sem comer carne podre como eles. A pomba assumiu o compromisso de visitar os Urubus. Levou carne sadia para eles. Pouco a pouco os Urubus se sentiram melhor. Percebendo algo diferente na Pomba, logo aprenderam a tomar cuidado com o que comiam. Aprenderam higiene e os hábitos de vida sadia das Pombas. Depois de algumas semanas, estavam se comportando como elas. E os Urubus e as Pombas viveram felizes para sempre.

---------------------------------------------------------------

O JOVEM GAVIÃO
=
ATACAR E CRITICAR
O JOVEM ÁGUIA = ISOLAR (RETIRAR-SE)
O JOVEM PAPAGAIO = IMITAR
O JOVEM POMBO = AMAR SEM FAZER O MESMO

Como jovens cristãos, devemos decidir pelo equilíbrio de estar no mundo, sem permitir que o mundo esteja dentro de nós.

ESTAMOS TE ESPERANDO...

Onde está o seu comentário e sua participação?

Você que costuma acessar a nossa página e ler as materias e artigos não pode deixar de dar a sua opinião. Ela é muito importante para nós.

Conto com você!

Mande também o seu e-mail com sugestões, textos edificantes, histórias, pedido de oração, fotos e testemunho. Teremos o maior prazer de publicá-los aqui. Faça parte também da equipe jubatrem.blogspot.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

JOVENS...

"Levante-se, refulja! Porque chegou a sua luz e a glória do Senhor raia sobre você. Olhe! A escuridão cobre a terra, densa trevas envolvem os povos, mas sobre você se vê a Sua glória. As nações virão à sua luz e os reis ao fulgor do seu alvorecer" Is. 60. 1-3

SELECIONE AS LETRAS...

"PERMITA QUE A LUZ DE CRISTO BRILHE CADA VEZ MAIS EM VOCÊ"

EXORTAÇÃO À SANTIDADE


"Saberás, pois, que o Senhor teu Deus é que é Deus, o Deus fiel, que guarda o pacto e a misericórdia, até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos" (Dt. 7.9)

Ao estabelecer
os seus estatutos, juízos e mandamentos, Deus o fez com o propósito de que os mesmos servissem de parâmetro ao povo, diante de qualquer decisão a ser tomada, em qualquer área da vida. O comprometimento com Jeová seria prioridade absoluta, como reconhecimento de sua grandeza, seus atos poderosos e maravilhas realizadas no meio deles.

O temor e a adoração exclusiva a Deus seriam percebidos pelas outras nações de maneira que elas também desejassem conhecê-lo e servi-lo. Os povos com os quais iam conviver possuíam usos e costumes diferentes, portanto, o povo de Deus precisava manter-se separado de todos e de tudo o que Deus desaprovava.

Esta deve ser a nossa atitude ainda hoje – afastarmo-nos do pecado, tendo, porém compaixão do pecador. Mantermo-nos alertas como o pianista que dedicava várias horas todos os dias à prática do seu instrumento. E acrescentava: “Se descuido um dia do estudo, eu percebo; se descuido dois dias seguidos, meus amigos percebem, mas se descuido três dias seguidos, meu público percebe”.

A experiência do artista nos leva a pensar na necessidade do compromisso diário, no cultivo de uma vida devocional que nos leve à proximidade e intimidade cada vez maiores e melhores com o nosso Deus santo. As pessoas ao nosso redor hão de perceber isso e vão sentir desejo de conhecer e adorar a esse nosso Deus.

A santidade de Deus pode ser percebida em nosso comportamento, palavra e vida?

extraído do manancial

terça-feira, 21 de outubro de 2008

A BELEZA DA PRIMAVERA...



Quero relembrar uma história que contei há um ano. Contextualizando diz assim:

Existem determinados momentos em nossas vidas que passamos por várias estações. Nossa igreja viveu tempo experimentando as amargura e provações do inverno onde, assim como as árvores estávamos sem brilho, flores e folhas. Os poucos frutos eram fracos e muita vezes sem sabor. Porém, a cada dia que passava o Espírito de Deus alimentava aquela árvore com a esperança e as promessas da próxima estação.

Certa manhã, cinzenta, de domingo, algo começou a mudar com a visita de quatro pessoas. Duas filhas que contagiaram de alegria todos que com elas falaram. Uma mãe que passava em seus olhos uma vida de confiança nos caminhos do Senhor. Um pai que usado por Deus, descortinou os olhos daquela igreja e mostrou a beleza da Primavera.

Hoje, agradecemos ao
PASTOR do meu PAISTOR pelo amor e compaixão que ELE teve por seus filhinhos. Agradeço, também, pela alegria contagiante dessas duas menininhas que não se cansam de inundar os nossos corações. Louvo a Deus, pelo coração dessa mãe que com suas mãos suaves ao piano nos ajuda a chegar mais perto do autor dessa história!

É assim que entendemos os planos do Senhor para a nossa igreja, mandando o Pr. Daniel, Simone, Camila e Carol para nos mostrar a beleza da próxima estação...
A PRIMAVERA CHEGOU!



Obrigado Senhor pelos dois anos de ministério no Tremembé de uma família de Deus, literalmente!


COM MEDO DO FRACASSO...

Se você não arrisca nada, então você está arriscando tudo.
(Geena Davis)

Você está temeroso de fracassar, e com tanto medo que inclusive desistiu daquela tentativa? No entanto, se você parar apenas um instante para pensar você irá perceber que isso não faz absolutamente nenhum sentido. Ao desistir de um sonho você poderá estar garantindo seu fracasso. A realidade é que o medo do fracasso o leva diretamente ao próprio fracasso.

Você está com medo? Ótimo! Examine seu medo. Preste atenção à mensagem que o medo está lhe enviando. Há um aspecto bastante saudável no medo, e é necessário que você extraia o melhor deste sentimento. O medo pode lhe dar uma energia renovada; pode prepará-lo para superar dificuldades jamais imaginadas; pode lhe trazer recursos que até então não lhe estavam disponíveis.

Seu medo está aí para ajudá-lo a se movimentar de uma maneira muito mais eficiente. Aprenda com ele! Permita que ele o dinamize, em lugar de paralisá-lo. O único fracasso duradouro é o fracasso de não agir. Deus está com você nesta jornada, e o convida a dar o primeiro passo, não obstante a intensidade do seu medo.

A minha mão será firme com ele, o meu braço o fortalecerá. O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade. Salmos 89:21-22

Nélio DaSilva

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Como está sua intimidade com o Senhor?

CONCLUSÃO EBD...


Jovem – VOCÊ?!

Mas o que a juventude de Belém, de tempos tão antigos, tem a ver com a juventude cristã dos nossos dias?

1. A história de Jônatas tem muito a ver com a realidade em que você vive.

Você, que conhece a Palavra de Deus e que assumiu com Deus um compromisso, mas tem sido constantemente seduzido a buscar sua “liberdade”, curtindo os “prazeres da vida”, preste atenção no exemplo de Jônatas. De fato, você é livre para fazer as suas escolhas, mas é também responsável por elas. Ou você toma a decisão de ser diferente, de fazer diferença e de ser uma benção na vida de muita gente, ou segue o “espírito de sua época”, acompanhando a multidão pelo “caminho espaçoso que conduz para a perdição” (MT 7:13)

2. Com esses acontecimentos na vida de Davi aprendemos que a fidelidade nas pequenas coisas abre espaço para grandes conquistas.

Aprendemos a encarar os desafios do dia-a-dia como uma oportunidade de testemunhar nossa fé em Deus, a lutar por causas justas e não por razões egoístas. Aprendemos, ainda que a intimidade com Deus nos permite ver coisas que ninguém vê.

3. A história destes dois jovens deve motivá-lo a fazer sua própria história: sonhando e lutando por dias melhores.

Jovem: Faça a sua história “olhando firmemente... para Jesus” (Hb 12.2), que também foi um jovem de Belém, e é o melhor referencial para todos nós.

EDIFICANDO OS MUROS



Venha participar do nosso mutirão para a construção da casa de caixas de leite. Esse projeto é uma realização do ministério infantil de nossas igrejas.

Anote:
Dia: 25/10/2008
Hora: a partir das 14h
Local: Rua Paulo César, 46 - Jd Tremembé

Estamos te esperando!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

MÊS DAS CRIANÇAS...

Gente,

Esqueci completamente dessas fotinhos.

Como semana passada foi dia da criança, o ministério "Kids Trem" preparou um músiquinha super especial. Não tenho o áudio, mas a canção foi daquelas que quando termina todo mundo fala: "ahhhhh"









TRAGA SUA CRIANÇA PARA FAZER PARTE DO KIDS!

O ANO DA BONDADE DO SENHOR...


O Espírito do Soberano, o Senhor esta sobre mim, porque o Senhor me ungiu para levar boas notícias aos pobres. Me enviou para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros, para proclamar o ano da bondade do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; para consolar todos os que andam tristes, e dar a todos os que choram no Brasil uma bela coroa em vez de cinzas, óleo de alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor para manifestação da sua glória.

Eles reconstruirão as velhas ruínas e restaurarão os antigos escombros; renovarão as cidades arruinadas que têm sido devastadas de geração em geração. Gente de fora vai pastorear os rebanhos de vocês; estrangeiros trabalharão em seus campos e vinhas. Mas vocês serão chamados sacerdotes do Senhor, ministros do nosso Deus. Vocês se alimentarão das riquezas das nações e do que era o orgulho delas vocês se orgulharão. Em lugar de vergonha que sofreu, o meu povo receberá porção dupla e ao invés da humilhação ele se regozijará em sua herança; pois herdará porção dupla em sua terra e terá alegria eterna.

"Porque eu, o Senhor, amo a justiça e odeio o roubo e toda a maldade. Em minha fidelidade os recompensarei e com eles farei aliança eterna. Seus descendentes serão conhecidos entre as nações, e a sua prole entre os povos. Todos os que os virem reconhecerão que eles são um povo abençoado pelo Senhor." É grande o meu prazer no Senhor! Regozija-se a minha alma em meu Deus! Pois ele me vestiu com as vestes da salvação e sobre mim pôs o manto da justiça, qual noivo que adorna a cabeça como um sacerdote, qual noiva que se enfeita com jóias. Porque, assim como a terra faz brotar a planta e o jardim faz germinar a semente, assim o Soberano, o Senhor fará nascer justiça e o louvor diante de todas as nações. (Is. 61)

UM FINAL DE SEMANA ABENÇOADO!

UM NOVO NOME...

"E chamarão: Povo santo, remido do Senhor; e tu serás chamada. Procurada, cidade não desamparada" (Is. 62.12)

O texto trata de uma promessa que se cumpriria na vida do povo de Israel, se ele seguisse os caminhos do Senhor. Uma cidade com um novo nome e nunca desamparada.

As bênçãos de Deus são abundantes, mas recebê-las é preciso obedecer. Há necessidades de observarmos os princípios bíblicos para obter o que desejamos. Conforme o verso-chave deste texto, todas as nações deveriam chamar Jerusalém de povo santo, remido do Senhor. A cidade fora invadida e saqueada pelos assírios e babilônicos, mas agora receberia um novo nome. Apesar da rebeldia e desprezo a Deus, o seu amor seria manifestado mais uma vez. E o novo nome seria Santo, Procurada.

O ideal seria a cidade sentir, por meio de seus habitantes e governantes, o grande privilégio que alcançaria. E isso só seria possível, realmente, se o povo aceitasse a orientação divina. Já pensou se tal promessa fosse feita para a cidade onde vivemos? Como seria bom se as pessoas pudessem andar pelas ruas sem a preocupação com a violência, com balas perdidas etc., vendo em cada pessoa que cruza nosso caminho um remido por Jesus Cristo. Seria realmente uma vida feliz uma cidade de um povo santo. Mas não é o que está acontecendo. O quadro, porém, pode mudar. Se os crentes em Cristo, salvos pela graça testemunharem do evangelho com palavras e atos, uma cidade violenta será transformada em uma terra de paz e poderá receber também um novo nome.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

VÍDEO...

"Se Deus é por nós,
quem será contra nós?"

O pecado não pode nos separar da MARAVILHOSA GRAÇA que nos alcançou. Amigos, relacionamento, trabalho, faculdade e prazeres não devem ter mais prioridade do que o amor do nosso Pai. Temos que oferecer mais espaço para o rio de Deus inundar cada cantinho de nossa existência! Mesmo quando tudo parece perdido e sem saída, o nosso Pai está de braços abertos nos esperando. E o mais impressionante é: há lugar para todo mundo nos Braços do Pai. Se entregue a ELE. Deixe Jesus te moldar conforme a vontade dele! Vamos experimentar o que o Pai preparou para nós!

FILHOS DE DEUS...


por Jéferson Nunes

Hoje
pela manhã um rapaz que dirigia em uma das avenidas de São Paulo causou um acidente que envolveu outros dois veículos. Felizmente não houve feridos. Ao ser abordado pelos policiais, afirmou ter esquecido a habilitação e para piorar a situação, estava visivelmente embriagado, o que no Brasil, atualmente é tratado como infração gravíssima.

Com dificuldade o jovem tirou um documento do bolso, apresentou aos policiais e fez uma ligação do celular, após alguns minutos seu pai chegou e levou-o trôpego e impune. O documento apresentado atribuía imunidade hereditária por ser filho de um cônsul de um país visinho, portanto beneficiado com imunidade diplomática.

Será que tal beneficio deveria dar direito a desrespeitar as leis do país visitado?

Saber que somos atingidos pela graça de
DEUS é motivo de festa para os cristãos de todo o mundo. Não há circunstâncias que possam nos tirar das mãos de DEUS, pois não são nossos acertos ou erros que definem se somos salvos, mas o sacrifico de CRISTO, seu amor que nos constrange a segui-Lo. É como se cristãos possuíssem imunidade diplomática, por serem co-herdeiros de CRISTO, filhos de DEUS, cidadãos do céu!

JESUS afirma: "ninguém as poderá arrancar da minha mão." Mas também declara: "minhas ovelhas ouvem a minha voz eu as conheço e elas me seguem" Não há condicionais para Salvação além de crer, porém, isso não dá direito a praticar o mal ou a ceder deliberadamente ao mundo, à carne ou a satanás. É certo que prestaremos contas do que fazemos. Se errarmos, as conseqüências de nossos atos nos atingirão, pois DEUS seria injusto se nos tratasse como filhos mimados. Que os benefícios da salvação nos constranjam enquanto estivermos visitando este mundo.

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão. Meu Pai, que as deu para mim, é maior do que todos, ninguém as pode arrancar da mão de meu Pai. Eu e o Pai somos um”. João 10. 27 a 29

SEM MEDO DE SER DIFERENTE...



Estamos entrando numa época; um tempo profetizado por Daniel, onde a ciência se multiplicaria (Dn 12.4). Esta é a era da tecnologia do avanço científico, da informática e da globalização. Mas estamos também chegando no período profetizado por Paulo: "nos últimos dias haverá tempos difíceis. Pois muitos serão egoístas, avarentos, orgulhosos, vaidosos, xingadores, ingratos, desobedientes aos seus pais e não terei respeito pela religião... Amarão mais os prazeres do que a Deus" ( 2Tm 3:1-4) A pós-modernidade fez surgir a geração do "você decide", "você faz as regras" e é "cada um na sua".

Ser crente hoje é difícil, mas não muito mais do que foi para os nossos pais. Eles também viveram tempos de rápidas mudanças, no pensamento e no comportamento. Na perspectiva deles viveram em "tempos modernos"... Tempos de rebeldias, do "movimento hippie", do "baseado" do "feminismo", dos "protestos estudantis" e outros mais. Muitos pais crentes souberam entender o espírito de sua época de juventude sem perder a identidade cristã. Eles tiveram coragem de ser "sal da terra e luz do mundo", coragem de influenciar seus colegas, em lugar de se deixaram influenciar pelo modismo das novas idéias.

A verdade é que cada nova geração tem seus próprios desafios, mas em todos os tempos tem havido apenas uma orientação segura para as decisões que devem ser tomadas. Nossos pais podem nos aconselhar e também nossas próprias experiências, contudo não há melhor conselheira do que a Palavra de Deus. Nela aprendemos com o exemplo de jovens e velhos que acertam e erraram nas decisões que assumiram em sua própria geração. E é por meio desses exemplos que Deus nos ensina como agirem dentro do "espírito da nossa época".

Convido você a observar a história de dois jovens "crentes", a mesma cidade (Belém), que viveram quase na mesma época, mas que tomaram decisões completamente diferentes. Domingo as 9h30 na nossa EBD!




quarta-feira, 15 de outubro de 2008

JOVEM...

Escutem-me vocês que buscam a retidão e procuram o Senhor: Olhem para a rocha da qual foram cortados e para a pedreira de onde foram cavados. Desperta! Desperta! Veste de força o teu braço, ó Senhor; acorda, como em dias passados como em gerações antigas. (Is. 51. 1 - 9)

O REI DA GLÓRIA



"Quem é esse Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos;
ele é o Rei da Glória"
(Sl. 24.10)

Este salmo é considerado por muitos estudiosos como um slamo messiânico. Deveria ser declamado quando a arca do concerto era carregada para dentro de templo e prefigura a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Javé Sebaôt (Deus dos exércitos ou Senhor das hostes celestiais), este é o rei da glória. Aqui, a palavra glória não se refere ao esplendor, à luz da Presença de Javé. O termo usado no hebraico é kaboad, que significa a presença atuante de Deus, ou "o peso que a glória da presença de Deus causa no espírito humano". Quando o homem abra as portas do seu coração para que Jesus possa entrar, ele sente o peso da glória de Deus entrando em sua vida para com ele habitar. Em Apocalípise 3.20, Jesus declara: "Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, com ele cearei e ele comigo". Os discípulos de Emaús tiveram essa experiência da glória de Jesus no momento em que Jesus partia o pão junto com eles.

Muitos querem ver de perto, já nesta vida, a glória de Deus. A hinódia cristã está cheia de músicas, muitas de autores clássicos que exaltam a glória de Deus. O mais humilde filho de Deus porém, poderá experimentar em sua vida a glória de Deus se tiver as suas mãos limpas e o coração puro, se nã entregar sua alma à vaidade nem jurar falsamente. Se puser em prática na sua vida os princípios éticos da Bíblia, o cristão mais simples será convidadepelo Rei a entrar pelos portais da glória.

extraído do "Manancial 5"

terça-feira, 14 de outubro de 2008

FOGO...


Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre. A mesma coisa acontece com a gente. As grandes transformações são possíveis quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo.

O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou amigos. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo!

Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também. Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado. Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar.

São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura.

No entanto, o destino delas é triste, já que ficará dura a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém. Nada te perturbe nada te espante. Tudo passa só Deus não muda. A paciência tudo alcança. Quem a Deus tem, nada lhe falta. Só Deus basta!

enviado por e-mail pela Vivi

DEPENDENTES DO PAI...


"Agora, porém, declara o Senhor: voltem-se para mim de todo o coração com jejum, lamento e prato. Rasgem o coração, e não as vestes. Voltem-se para o Senhor pois ele é misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor; arrepende-se..." (Joel 2. 12-13)
por Ery Requena

É muito
engraçado como, ultimamente, as tribulações diárias (faculdade, trabalho, amigos, chefe, provas, etc.) consegue roubar a paciência e o espaço que precisamos dedicar a Deus em nossas vidas. Nos momentos de desesperos quanto não parece ter mais saída, onde a desmotivação e a falta de ânimo nos esfrega na cara: “Desista! Você não vai conseguir”. É neste momento que lembramos de recorrer ao nosso amado Pai.

ELE, sem dúvida alguma, vai te pegar no colo e dizer: “Filhinho eu estou contigo todos os dias até a consumação dos séculos; não TEMAS". Seu coração fica até mais aliviado. Porém, depois de cinco minutos sua mente está, de novo, cheia de tribulação e problemas. Isso é a coisa mais normal, mas chegou a hora de oferecermos o nosso melhor tempo ao Senhor. Chega de dedicar ao nosso PAI o que nos sobra. Chega de oferecer aquela oração que começa às 23h e termina às 6h da manhã quando você acorda atrasado para o trabalho, e lembra: “Ah! Amém”

Sabe aquele versículo que você falava quando era criança: “Busque primeiro o reino de Deus e todas as outras coisas serão acrescentadas”, então, está mais do que na hora de colocar em prática. Dedicamos tanto tempo aos programas de televisão e lemos a bíblia apenas no domingo quando alguém pede. Lembre-se que o Pai que você serve é maior do que qualquer coisa que exista no universo, mas para desfrutar esta maravilhosa graça é necessário ter em mente duas palavras:
DEPENDÊNCIA E INTIMIDADE. Você vai sentir a diferença que isso faz na sua vida!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

HOW GREAT IS OUR GOD


O esplendor de um Rei, vestido em majestade
Deixa toda a terra em regozijo
Toda a terra em regozijo

Ele envolve-se na Luz, e a escuridão tenta se esconder
E ela treme com a Sua voz treme com a Sua voz
Como é grande o nosso Deus, cante comigo
Como é grande o nosso Deus, e todos verão

Como é grande, como é grande o nosso Deus
De tempo em tempo Ele se levanta
E o tempo está em Suas mãos
O primeiro e o último O primeiro e o último

O Deus três em um
Pai, Espírito e Filho
O Leão e o Cordeiro
O Leão e o Cordeiro
Nome acima de todos os nomes
Digno de todo louvor
O Meu coração cantará como é grande o nosso Deus

UMA ÓTIMA SEMANA

A PARÁBOLA DA XÍCARA E O CAFÉ...

Um grupo de ex-alunos, todos muito bem estabelecidos profissionalmente, se reuniu para visitar um antigo professor da universidade. Em pouco tempo, a conversa girava em torno de queixas de estresse no trabalho e na vida como um todo.
Ao oferecer café aos seus convidados, o professor foi à cozinha e retornou com um grande bule e uma variedade de xícaras - de porcelana, plástico, vidro, cristal; algumas simples, outras caras, outras requintadas; dizendo a todos para se servirem.

Quando todos os estudantes estavam de xícara em punho, o professor disse:
- Se vocês repararem pegaram todas as xícaras bonitas e caras, e deixaram as simples e baratas para trás. Uma vez que não é nada anormal que vocês queiram o melhor para si, isto é a fonte dos seus problemas e estresse. Vocês podem ter certeza de que a xícara em si não adiciona qualidade nenhuma ao café. Na maioria das vezes, são apenas mais caras e, algumas vezes, até ocultam o que estamos bebendo. O que todos vocês realmente queriam era o café, não as xícaras, mas escolheram, conscientemente, as melhores xícaras... e então ficaram de olho nas xícaras uns dos outros.

Agora pensem nisso:

Na vida perdemos grandes oportunidades por causa da xícara, mergulhamos em nosso egoísmo de querer tudo da forma mais perfeita e nos esquecemos do real objetivo de nossa existência, buscamos mais a xícara (aparência, dinheiro, posição social) do que o café (A vida, O amor). A Vida e o amor são o café, e o resto são as xícaras. Elas são apenas ferramentas para sustentar e conter a Vida e o tipo de xícara que temos não define, nem altera a qualidade de Vida que vivemos. Às vezes, ao concentrar-mos apenas na xícara, deixamos de saborear o café que Deus nos deu'.

Deus côa o café, não as xícaras. Saboreie seu café!

enviada pela Vivi.
NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR NOSSAS MATÉRIAS. SUA OPINIÃO É SUPER IMPORTANTE PARA NÓS. AH! PARTICIPE TAMBÉM DAS NOVAS ENQUETES DO JUBATREM!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

PREVENÇÃO CONTRA QUEDAS...


"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!" (I Co. 10.12)

O julgamento
é uma das artimanhas do diabo que mais nos enfraquecem, porque passamos a filtrar o comportamento do outro pela miniatura do nosso eu, e assim, passamos para a posição de fracos. Da mesma forma como inchados por idéias falsas de espiritualidade, expomos o pecado e a fraqueza do outro, o inimigo de nossas almas e o único interessado em nos fazer cair, expões a nossa fragilidade de maneira fria, cruel e impiedosa. Somos por vezes levados a pensar que temos mais resistência, mais capacidade de enfrentar o perigo e por isso superiores.

Há igualdade na queda como há igualdade no levantar, uma vez que ninguém escapa dela. O que em nenhum momento podemos esquecer é que Deus tem autoridade para reivindicar nossa obediência pela resistência e que sem ele não teremos forças para nos conservarmos de pé. O cair de nossos irmãos deve servir como alerta, porque a atuação de Deus não exclui a atuação do homem. Quanto mais intransigentes formos, mais teremos dificuldades de perdoar, expressar arrependimento e compreensão. Pela compaixão de Deus, fomos mergulhados na misericórdia divina, cobertos do seu particular amor e imersos na graça da reconciliação em Cristo.

A resistência é a capacidade e o esforço para não se deixar abater e dobrar. Sosseguemos, temos a promessa e a garantia de que Fiel é Deus, o qual não deixará que sejamos tentados além do que podemos resistir. Fujamos da imaturidade espiritual e estejamos conscientes de que a vitória que o Senhor Jesus obteve sobre aquele que nos faz cair, ele a estendeu a nós. Aleluia.

MÊS DAS CRIANÇAS...


Esse post é especialmente para todas as crianças.


Neste domingo, 9h30, teremos uma
programação super especial para todas as crianças. Então, se você tem alguma em casa não a deixe perder essa grande festa. Estaremos esperando todos vocês.

não fique de fora!

CONJUBESP...

Pessoal,

O congresso da Jubesp está chegando. Abaixo o cartaz de divulgação do evento. Maiores informações acesse:
www.jubesp.org.br

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

REINO DE PODER



"Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder" (I Co. 4. 20)


O reino de Deus é a presença do Espírito Santo na vida do crente, é aprova cabal e total da vitalidade produzida pela ação remidora de Cristo. Este reinado é de poder indiscutível, opera interna e externamente, é ação e não ficção, por isso não está limitada à história ou conduta do ser humano, porque ele se projeta de forma latente para cobrir novos períodos de tempo. Este reino dispensa a fala, palavras vazias, pensamentos vãos, inovações que subvertem e dividem a igreja de Cristo. Reino de Deus é a correta compreensão do evangelho que tem origem no Pai, opera em nome e poder do Filho, alcança as necessidades do homem, atrai para o resplendor da glória de Deus para a vereda da verdade e obediência. Para desfrutar deste reino é necessário arrependimento e confissão que produz unidade, paz, justiça e oferece pleno refrigério.

Objetivamente ele tem em vista a libertação do ser humano do poder do reino das trevas. O receptor desta dádiva não deve se gloriar em sim mesmo e não há nenhum motivo para orgulho, mas de humilhação e reconhecimento do domínio de Deus. Uma lição é clara – o homem tem a liberdade de construir muitos reinos, crer em muitos governos, mas não tem condições de edificar o reino de Deus, porque ele não divide a sua glória com ninguém. Diante deste reino que já chegou para nós e traz benefícios profundos à nossa alma, resta-nos viver segundo os seus valores e apresentar a esta geração perdida o Rei dos reis. A ação graciosa deste reino visível, pré-conquistado nos levará aos novos céus e nova terra.

ÓTIMAS NOTÍCIAS....

GALERA,

LOUVADO SEJA DEUS! Nossa amiga Gisele começa a sair do coma hoje! Ontem tive a informação de que não corre mais risco e começa a se recuperar. Nosso Deus é muito bom! clique aqui