sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

ESPALHE ESSA NOTÍCIA...


Gente,

Mudança de planos! Amanhã vamos nos encontrar às 17h40 na igreja! O grupo de louvor tem que chegar no Bortolândia às 18h. Então, quem estiver afim de pegar carona favor não atrasar!

No mais, é só aproveitar e comentar os textinhos logo após o pulo do gato.

EU TE BUSCO...

(clique para ampliar)

Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. (Is. 55)


QUE ALÍVIO!

A minha graça te basta. —2 Coríntios 12:9



Uma máquina cortadora de papel triturou centenas de tiras e outros itens na cidade de Nova Iorque em 28 de dezembro de 2008. Os organizadores do segundo dia anual do “Que Alívio” encorajaram as pessoas a trazerem para o Times Square seus sofrimentos e memórias ruins daquele ano e enfiá-los no potente cortador industrial ou atirá-los em uma enorme caçamba.


Alguns participantes cortaram pedaços de papel com as palavras “o mercado de capitais” ou “câncer”. Outros destruíram extratos bancários, e uma pessoa picou um e-mail impresso de um namorado que havia desmanchado com ela.


Ansiamos por “rasgar” memórias de coisas ruins que outras pessoas nos fizeram ou circunstâncias difíceis pelas quais estamos passando. O apóstolo Paulo queria alívio para o seu sofrimento do momento, uma enfermidade que o deixava sentindo-se fraco (2 Coríntios 12:7-10). Deus, porém, disse a ele: “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza.” Deus não removeu seu problema. Ao invés, Ele deu a Paulo a graça de viver com ele.


Ao meditarmos nas dificuldades elas nos sobrecarregam, afetando nossos relacionamentos e nossa perspectiva de vida. Como pessoas que creem em Cristo, temos um lugar para onde levar essas cargas. Lemos em 1 Pedro 5:7: “[Lance] sobre [o Senhor] toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”.


Deus dá graça suficiente para enfrentarmos tudo que tivermos de enfrentar.

SOB NOVAS ORDENS...

…Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. —Mateus 22:37

O empolgante romance de Herman Wouk sobre a Segunda Guerra Mundial A Corte Marcial do Motim Caine (1964, Editora Teatro) contém uma excelente ilustração sobre o que acontece quando alguém se torna seguidor de Cristo.

No romance, um jovem, de família influente, alistou-se na Marinha. No dia da sua apresentação, sua mãe o leva em seu carro luxuoso e lhe dá um beijo de despedida. Ele cumprimenta o guarda enquanto entra no prédio e a porta se fecha atrás dele.

A mãe, repentinamente preocupa-se com a possibilidade do filho não ter dinheiro suficiente e corre até a porta. Porém, ela é educadamente barrada pelo guarda. Quando ela exige entrar, ele recusa-se a permitir sua entrada. Ela consegue ver o filho lá dentro, e tenta alcançar a maçaneta. “Ele é meu filho!” grita ela. O guarda retira gentilmente a mão dela da maçaneta e diz com delicadeza: “Eu sei senhora, mas agora ele pertence à pátria. Ele é um marinheiro.”

Quando cremos em Jesus Cristo e nos tornamos Seus seguidores, estamos sob nova autoridade. Estamos sujeitos a novas ordens. Agora pertencemos a Ele. Aquilo que algum dia considerávamos importante perde seu significado. Avaliamos as coisas de maneira diferente. O nosso novo desejo é amar e servir ao Senhor de todo nosso coração (Deuteronômio 6:5-6). Você já juntou-se ao Seu exército?

Os seguidores de Cristo recebem dele as ordens para marchar.


JOVENS

Melhor é o pouco com o temor do SENHOR, do que um grande tesouro onde há inquietação. Provérbios 15:16

Considerai as aves, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? Lucas 12:24

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

DECEPÇÃO

"Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu Coração, de toda a sua alma e de toda sua força" (Dt 6.5)


O coração se aperta e bate descompassado. Os olhos lacrimejam e o sorriso some.Ó Deus, como dói a decepção! Os pensamentos vagueiam e se perguntam: por quê? Por que as coisas são assim? Por que até os que amamos são insensíveis a nós?


Mesmo sem intenção somos tratados como objetos descartáveis. É estranho e triste sentir só no meio da multidão, mas por que contamos com quem nada pode nos oferecer? No silêncio da solidão, muitas vezes esperamos que outras pessoas supram nossas carências. TUDO ILUSÃO! As pessoas falham e, apesar de entendermos isso, a distância entre razão e o que sentimos é grande.


Mas Deus pode abrandar a tempestade do coração, tranqüilizar as emoções e aliviar a dor. Nele realmente há consolo. Não há rocha firme a não ser o Senhor. Somente nele podemos confiar e saber q ele não nos abandona. No fundo, o problema não é que as pessoas falham conosco: nós que nos deixamos enganar.


Fechamos os olhos ao óbvio, criamos expectativas e pintamos o quadro conforme imaginamos. De repente, então, a realidade nos assalta e nem de longe é o que sonhamos. Mas a vida é assim, as pessoas são assim. Somente JESUS é diferente e nos aceita incondicionalmente. A decepção ocorre quando direcionamos o nosso amor ao alvo errado: ao invés de amar a Deus em primeiro lugar e experimentar suas maravilhosa graça, "amamos" as pessoas de forma egoísta e manipuladora, esperando que atendam às nossas expectativas.


Esquecemos que deveríamos acima de tudo amar a Deus de todo nosso coração, de toda nossa alma e com toda nossa força. Na verdade, com isso apenas corresponderemos ao amor de Deus, porque ele já nos amou antes mesmo de ter sido criados. Como é bom ter o Senhor na horas de decepção. Como é bom saber que o Senhor é fiel e permanece presente ainda que todos nos abandonem.


COMO É BOM SER AMADO POR JESUS; ELE JAMAIS NOS DECEPCIONA! O AMOR DE DEUS É SEMPRE MAIOR!

Medite: Salmos 118. 1-9

extraído Pão Diário

TOME NOTA...


Geração,


Não vamos esquecer que neste sábado, 27/02/2010, nosso encontrinho será na Igreja Batista do Bortolândia. O ministério de louvor "Entrega" foi convidado para tocar no culto dos jovens, então, como não poderia ser diferente, vamos marcar presença. Sábado às 18h (em ponto) na porta da igreja, okay?

espalhe essa notícia...

VAMOS APRENDER...

Temos que ser um...

JOVENS...

"E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém." Mateus 28:18,20

AUTENTICIDADE...

Em tudo recomendando-nos a nós mesmos como ministros de Deus: na muita paciência, nas aflições, nas privações, nas angústias. —2 Coríntios 6:4

Uma vendedora de antiguidades achou que o cartão de beisebol já amassado que encontrou pudesse valer dez dólares. Após colocá-lo à venda em um site, começou a imaginar que talvez valesse mais do que pensava. Retirou a venda do site e consultou um avaliador profissional, que confirmou que aquela foto no cartão era de 1869, e exibia a primeira equipe de beisebol profissional dos Estados Unidos, o Cincinnati Red Stockings. O cartão foi vendido por mais de 75 mil dólares.


Em um artigo escrito sobre este fato, o jornalista Mike Osegueda informou que apesar do cartão estar amassado e desbotado, o mais importante era sua autenticidade — era o cartão verdadeiro.


Paulo e seus companheiros sofreram muito enquanto divulgavam o evangelho. Em 2 Coríntios 6, ele enumerou suas provações externas, suas características internas e seus recursos espirituais (vv.4-7). Tente imaginar as circunstâncias nas quais tudo isso ocorreu — espancamentos, paciência, prisão, bondade, sofrimentos, amor. Apesar de feridos fisicamente, destruídos emocionalmente e provados espiritualmente, a autenticidade da sua fé em Cristo resplandeceu claramente. “Entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas possuindo tudo” (2 Coríntios 6:10).


Em nossa caminhada com Cristo, não há nada que substitua a autenticidade espiritual — ser verdadeiro.


Não há substituto para a autenticidade.


IMAGINE ISSO...

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro […] que maneja bem a palavra da verdade. —2 Timóteo 2:15

Meus amigos e eu estávamos aguardando, ansiosamente, por uma chance para contemplar uma coleção de arte sobre o filho pródigo que retornou ao lar para um pai que o perdoa (Lucas 15). Quando chegamos ao balcão de informações, reparamos nos folhetos, livros e numa placa que apontava para as obras de arte.


Sobre a mesa também havia um prato com pão, um guardanapo e um copo. Cada um de nós ficou imaginando particularmente qual poderia ser o significado do prato. Perguntamo-nos se representava a empatia da comunhão entre o filho pródigo e seu pai, quando ele voltou para casa. Porém, ao examinarmos mais perto, simultaneamente, percebemos que alguém tinha deixado um prato sujo sobre a mesa de exposição. E não era pão , mas sobras de barra de cereais! Todos nós estávamos enganados.


Demos boas risadas, mas depois, isso me fez pensar sobre como às vezes imaginamos mais do que realmente está escrito ao lermos a Bíblia. Contudo, ao invés de pressupormos que a nossa especulação está correta, precisamos ter certeza que nossa interpretação se encaixa nas Escrituras como um todo. Pedro disse que “nenhuma profecia da Escritura provém de particular elucidação” (2 Pedro 1:20). À medida que dependermos do ensino do Espírito, de um estudo cuidadoso do contexto, e da sabedoria de teólogos respeitados, evitaremos enxergar na Palavra algo que nem foi escrito.


Um texto fora do contexto muitas vezes é um pretexto perigoso

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

isso não poderia ter acontecido...

Ninguém lembrou, né?

Nosso Blog completou 2 anos, no ar, no dia 05 de Janeiro.
Durante esse tempo tivemos mais de 13 mil acessos. Glória a Deus! Toda Honra seja dada ao Pai. Que esse canal, possa Glorificar o nome de Jesus e levar a palavra de salvação até os confins da Terra!

Parabéns!


wallpaper...

(clique para ampliar)

ESTACIONADO...

Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro. —Salmo 40:1

Estacionar meu carro é sempre um problema em minha vida. Na verdade, não era prioridade para meu instrutor de autoescola, portanto, nunca aprendi a dar ré em vaga de estacionamento até muitos anos mais tarde. Ele também pulou a lição sobre estacionamento paralelo e ainda evito fazer isso, a não ser que haja espaço para dois ou três carros.


Também lutei para compreender uma frase que ouvi quando era recém- -convertida: “Deus não pode conduzir um carro estacionado.” Aceitei como um desafio para colocar minha vida em movimento e no trajeto Deus me conduziria na direção certa. É um pensamento interessante, porém nem sempre Deus trabalha assim. De vez em quando Deus realmente quer que “permaneçamos estacionados” por um tempo.


Algumas vezes, quando Moisés estava no deserto, Deus manteve os israelitas num lugar. Ele os guiava através de uma nuvem, e ao detê-la por muitos dias “os filhos de Israel […] não partiam” (Números 9:19). Esperar nem sempre é fácil, mas às vezes Deus quer que permaneçamos onde Ele nos colocou. O salmista escreve: “Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração […]” (Salmo 27:14).


Pode ser que você se sinta atolado e patinando em seu serviço a Deus. Contudo, mantenha o coração aberto para Ele dirigir. E você estará pronto para partir quando Deus disser “Vamos por aqui.”


Deus comanda a nossa caminhada e nossas paradas.

DIREÇÃO CERTA...

Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna. —João 6:68

Uma das experiências mais difíceis que tive na época quando fui pastor foi contar a uma senhora que era membro da nossa igreja que o seu marido, seu filho e seu sogro haviam se afogado em um acidente de barco. Eu sabia que a notícia destruiria sua vida.


Nos dias que sucederam suas trágicas perdas, fiquei impressionado com a fé incomum e a reação dela e de sua família. Com certeza, havia profundo quebrantamento, dúvidas atormentadoras e confusão. Porém, quando nada mais fazia sentido, eles ainda tinham Jesus. Ao invés de abandoná-lo em meio aos dias desesperadamente difíceis, correram a Ele como única fonte de esperança e confiança.


Faz-me lembrar a reação dos discípulos perante Jesus. Depois que alguns deles “o abandonaram e já não andavam com ele” porque era difícil compreendê-lo (João 6:66), Jesus voltou-se para o seu círculo mais próximo e perguntou: “Porventura, quereis também vós outros retirar-vos?” (v.67). Pedro compreendeu bem e respondeu: “Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna” (v.68).


Não importa o que você estiver enfrentando hoje, encoraje- -se pelas palavras de Pedro e pelo exemplo de uma família que passou pelo fogo e manteve a sua fé intacta. Desde que você corra na direção certa — para Jesus — encontrará a graça e a força necessária


Quando tudo estiver perdido, lembre-se que você não perdeu Jesus — corra para Ele.


CULTO PAGÃO...


…[Paulo] parece pregador de estranhos deuses; pois pregava a Jesus e a ressurreição. —Atos 17:18

Durante uma viagem ao distante Oriente, visitei um santuário insólito feito de centenas de estátuas. De acordo com o nosso guia, os adoradores escolhiam a estátua mais parecida com um antepassado e oravam para ela.

Alguns anos atrás, li sobre um estudante cujo nome era Le Thai. Ele cultuava seus antepassados e encontrava grande conforto em suas orações para sua querida falecida avó. Como rezava para alguém que conhecia e amava, considerava isto como algo pessoal e íntimo.

Porém, quando veio do Vietnam para estudar nos Estados Unidos, Le Thai conheceu o cristianismo. Parecia um conto de fadas baseado no pensamento americano. Para ele, era como cultuar um Deus estrangeiro (veja Atos 17:18).

Nessa época um amigo cristão o convidou para passar o Natal na casa dele. Ele viu como aquela família cristã se relacionava e mais uma vez ouviu a história de Jesus. Le Thai ouviu. Leu em João 3 sobre o “novo nascimento” e fez perguntas. Começou a sentir o toque do Espírito Santo, e compreendeu que o cristianismo era verdadeiro. Le Thai confiou em Jesus como seu Salvador pessoal.

Quando um amigo enxerga o cristianismo como um culto pagão, precisamos respeitar sua herança cultural enquanto compartilhamos o evangelho com generosidade, dando-lhe tempo para descobrir mais sobre o cristianismo. E então confiar no Espírito para fazer Seu trabalho.

Deus é o único Deus Verdadeiro

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

NEW SONG...

Temos que ser um...


URGENTE...

PAN, PAN, PAN, PAN, PAN, PAN, PAN,PAN, PAN...



Ok, era para parecer aquele famoso plantão, mas não deu certo... enfim, vamos a notícia!

Gente, neste sábado 27/02/2010, o ministério de louvor da igreja "Entrega" participará do culto de jovens do bortolândia, logo, nosso encontrinho será lá! Então, eis o plano: "Vamos nos encontrar na igreja as 18h (em ponto).

Depois eu volto com mais detalhe!


até

JOVENS...

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias. (Salmos 23)

FALA GAROTO!


E isso ai galera, mais uma semana começa e com ela todas as nossas obrigações: trabalho, faculdade, academia, aulas de inglês, enfim, muita coisa para pouco tempo. Entretanto não podemos deixar de buscar a presença do Senhor para tudo fique mais fácil. Reserve um seu momento de intimidade (só você e Deus)! Aliás, o nosso blog é uma ótima oportunidade!

Tenha uma ótima semana!

FATO!

(clique para ampliar)

RICO EM DEUS...

…onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. —Lucas 12:34

Acompanho as flutuações do mercado de ações e reflito sobre os efeitos do medo e cobiça. Um personagem de um filme dos anos 80 tinha esta filosofia: “A ganância, por falta de uma palavra melhor, é boa. Ser ganancioso é certo! A ganância funciona! […] a ganância [vai] salvar […] a América!” Que pensamento tolo!


Lembro-me daquela ocasião em que um homem pediu a Jesus que atuasse como mediador e fizesse seu irmão dividir a herança. Jesus recusou-se a atender ao pedido, mas foi além, fez um ato de bondade ainda maior pelo homem. Ele revelou a motivação por trás da solicitação do homem e suas consequências: “Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui” (Lucas 12:15).


Jesus então contou uma parábola sobre um homem que teve uma colheita abundante e começou a fazer planos para aumentar a sua riqueza e desfrutar dela. Jesus concluiu: “Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus” (Lucas 12:20-21).

O problema da cobiça é que no final das contas nossos bens se vão. Pior ainda — nós partimos. É melhor guardarmos tesouros no céu, investir em riquezas espirituais e nos tornarmos “ricos em Deus”


Nossa verdadeira riqueza é o que investimos na eternidade.


sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

AMANHÃ TEM...

(clique para ampliar)

aquecimento...

<a title=

NO LAVA CAR...

Quando passares pelas águas, eu serei contigo… —Isaías 43:2

Jamais esquecerei da primeira vez que usei um lava car automático. Aproximei-me dele com o mesmo temor que sinto quando vou ao dentista, coloquei o dinheiro na máquina, nervosa verifiquei as janelas duas vezes, desacelerei o carro até a fila, e esperei. Forças além do meu controle começaram a mover meu carro para frente como se ele estivesse numa esteira rolante. Lá estava eu, enclausurada, quando uma forte rajada de água, sabão e escovas atingiu meu carro vindo de todos os lados. E se eu ficar presa aqui ou a água entrar? Pensei de modo irracional. De repente os jatos de água pararam. Após uma secagem a ar, meu carro foi empurrado de volta ao mundo exterior, limpo e polido.

Em meio a tudo isto, lembrei-me de alguns momentos da minha vida em que eu parecia estar em uma esteira rolante, vítima de forças além do meu controle. Eu agora as chamo de “experiências no lava car”. Lembrei-me de que sempre que passei por águas profundas meu Redentor esteve comigo, protegendo-me da maré que subia (Isaías 43:2). Quando saí do outro lado, o que sempre ocorreu, eu era capaz de dizer com alegria e confiança: “Ele é um Deus fiel!

Você está no meio de uma experiência como esta do lava car? Confie que Deus o levará até o outro lado. Você então poderá ser um testemunho brilhante do Seu poder sustentador.

Um túnel de provações pode produzir um testemunho brilhante.

SLIDESHOW...

O DIA DO "SE"...

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação […] produz perseverança. —Tiago 1:2-3

O dia 19 de fevereiro de 1942 foi fascinante para o Canadá. Foi o “Dia do Se” — uma simulação de uma invasão nazista a Winnipeg, na província de Manitoba durante a Segunda Guerra Mundial. A intenção era mostrar como seria “se” o Canadá caísse sob a cruel ocupação das forças nazistas, para que os canadenses dessem apoio maior aos esforços de guerra.


Alguém descreveu: “O Dia do ‘se’ trouxe aos nossos lares a realidade sobre a ocupação nazista. Os canadenses experimentaram o gosto amargo de quase todos os aspectos da brutalidade nazista.” A palavra-chave é quase. Embora o “Dia do Se” tenha sido uma tentativa corajosa de instruir as pessoas sobre os perigos da guerra, não recriou o verdadeiro sofrimento que varria a Europa.

As verdadeiras provações na vida não são se — são quando. Na verdade, as lições mais profundas da vida não podem ser simplesmente observadas, devem ser vividas. Em tempos reais de sofrimento e perdas, fazemos as maiores descobertas sobre a vida, sobre a fé e a nossa necessidade de Deus. Para este fim Tiago escreveu: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação […] produz perseverança” (Tiago 1:2-3).


As tribulações surgem porque vivemos em um mundo corrompido, mas nós decidimos se aprenderemos as lições ensinadas. Não há “se” quanto a isso — é um caminho importante para o crescimento.

Tempos difíceis podem nos ensinar a confiar

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

OK, EU SEI...

(clique para ampliar)


...estou em falta com vocês. Fato! Mas, minha justificativa é boa: estou de computador novo e não tive tempo de organizar e editar as fotos, tive que instalar a nova máquina e perdi muito tempo com isso! Enfim, acho que hoje tudo vai se normalizar, vou fazer o máximo para resolver este problema!

Ps. Definitivamente, peguei uma raiva de sapo, rã, perereca ou qualquer coisa do gênero!#PRONTOFALEI#

DETECTANDO TOXINAS...


…há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. —Gálatas 1:7


As cidades de São Francisco e Nova Iorque estão usando o peixe-sol para verificar a presença de toxinas em seu suprimento de água, que poderia ser um provável alvo de um ataque terrorista. Uma pequena quantidade de peixe-sol é mantida num tanque em algumas estações de tratamento, pois os peixes são sensíveis a desequilíbrios químicos em seu ambiente. Quando há uma alteração na água, os peixes-sol reagem contra ela.


Como estes peixes-sol, Paulo queria que os gálatas tivessem consciência e reagissem contra qualquer perturbação que envenenasse o “verdadeiro evangelho” que estava sendo anunciado. A toxina era definida como o falso princípio de que Deus garante a aceitação das pessoas e as considera justas com base em sua obediência a um conjunto de regras (especialmente a circuncisão e dieta alimentar). Em resumo, a obediência era necessária, independente da fé em Jesus. Esta falsa doutrina era uma perturbação que contaminava a verdade e os gálatas foram instruídos a reagir fortemente contra ela. Paulo disse que qualquer pessoa que pregasse um evangelho não baseado na graça unicamente pela fé em Cristo, deveria ser amaldiçoada. (Gálatas 1:8-9).


Estudemos fielmente as Escrituras para que possamos descobrir as toxinas dos falsos ensinamentos e proclamar a verdade da maravilhosa salvação divina através da fé em Jesus.


Se você conhece a verdade, pode discernir o que é falso.

JOVENS...

Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; (1 Pedro 2. 8)

MUSIQUINHA...

CONTE TUDO...


Confiai nele, ó povo, em todo tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio. —Salmo 62:8


Um vendedor que me ajudou a comprar um pequeno gravador de voz digital, disse-me que quando trabalhava na Califórnia, tinha um gravador igual ao meu em seu carro. “No caminho de volta para casa depois do trabalho eu o ligava,” disse ele, “e falava sobre tudo que acontecera no trabalho naquele dia, bom ou ruim. Quando chegava à entrada da garagem, eu o desligava.” Então ele sorriu. Após contar tudo ao seu gravador, aparentemente ele não sentia a necessidade de comentar os problemas do dia com a esposa ou família.

Isso me fez lembrar quantas vezes, desnecessariamente, relatei meus problemas e decepções aos outros ao invés de contá-los a Deus. O salmista escreveu: “Confiai nele, ó povo, em todo tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio” (Salmo 62:8). Ele menciona duas vezes a questão de esperar em Deus, sua rocha e salvação (Salmo 62:1-2,5-7).

Embora seja tremendamente reconfortante compartilhar nossas dificuldades com um amigo, perdemos a maior ajuda se deixarmos de levá-las ao Senhor. Joseph Scriven expressou isso tão bem:

Em Jesus amigo temos mais chegado que um irmão.

Ele manda que levemos tudo a Deus em oração.

Oh! Que paz perdemos sempre.

Oh! Que dor no coração.

Só porque nós não levamos tudo a Deus em oração.


Onde quer que estejamos Jesus está apenas a uma oração de distância.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

ENVIE A LUZ...


Para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis […] resplandeceis como luzeiros no mundo. —Filipenses 2:15

O empresário americano Mark Bent investiu 250 mil dólares no desenvolvimento e na fabricação de uma lanterna alimentada por energia solar, economicamente viável. Milhares delas foram distribuídas gratuitamente ou por baixo preço às pessoas que vivem em campos de refugiados africanos. Uma carga diária de energia solar fornece sete horas de iluminação, vital para as pessoas em seus lares, escolas e clínicas médicas, onde a escuridão incentivou a ocorrência de crimes e violência.


O contraste entre a escuridão e a luz é uma imagem que sobressai na apresentação bíblica de Jesus, o Messias. “O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz” (Isaías 9:2). “A vida estava nele [Jesus] e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela” (João 1:4-5).


Como seguidores de Jesus, hoje temos o privilégio de sermos os portadores da Sua luz. Paulo insistiu para que os cristãos de Filipos se tornassem “irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo” (Filipenses 2:15).


Em vez de termos medo ou sermos oprimidos pela escuridão espiritual que nos cerca, podemos confiar na graça que Deus concede aos Seus filhos para resplandecerem por Ele.


Jesus veio trazer luz ao mundo de escuridão.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O OUTRO LADO...

…Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina… —Tiago 4:14

Quando alguém disse ao meu amigo: “Vejo você daqui um ano,” soou estranho quando ele respondeu: “Sim, do outro lado.” Queria dizer que o veria do outro lado do desdobramento de uma operação militar, que duraria um ano. Todavia, como a expressão é freqüentemente usada para referir-se ao céu, fez-me refletir sobre a incerteza da vida. E pensei: Quem estará aqui daqui a um ano? Quem poderá estar nesta época do outro lado — no céu?


Com certeza não sabemos o que o próximo ano — ou hora — trará. Em sua epístola, Tiago escreveu sobre esta incerteza, e repreendeu os comerciantes gananciosos por vangloriarem-se sobre o que fariam naquele dia, no dia seguinte ou no próximo ano (Tiago 4:13). Os pecados deles não eram fazer planos; era esquecer-se de Deus e de modo arrogante vangloriarem-se desses planos de negócios.


Tiago lembrou-lhes: “Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa” (Tiago 4:14). Um comentarista afirma que Tiago estava destacando a tolice deles e dizendo basicamente: “Venham agora, vocês que fazem planos — vocês nem mesmo compreendem quão pouco controle têm sobre a vida em si.”


Nenhuma parte da vida está fora do controle de Deus. Portanto, ao fazermos planos, lembremo-nos: “Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo” (Tiago 4:15).

Escreva seus planos a lápis e deixe a borracha com Deus.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

acampatrem...

ACONTECIMENTOS DIVINOS...


…em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. —Filipenses 4:6



Philip Yancey


Com suprema sabedoria Deus conduz todas as coisas na criação e através dela, não apesar dela. Por esta razão, algumas respostas de oração são de difícil comprovação.


“Somente a fé atesta a veracidade desta afirmação,” C. S. Lewis escreveu: “Nenhuma prova empírica poderia confirmá-la.” Cremos que uma oração foi respondida, não por critérios científicos que o comprovem, mas porque temos fé.


A maioria das formas pelas quais encontramos Deus — a natureza, a Bíblia, a Ceia do Senhor, a igreja, outras pessoas — incluem objetos que podemos tocar. Todavia, o próprio Deus está no reino do espírito. A oração reflete essa diferença entre nós.


Apesar de podermos pedir a Deus que intervenha diretamente, não deveríamos nos surpreender se Ele respondesse de modo mais velado, cooperando com nossas próprias escolhas. Um alcoolista ora: “Senhor afasta-me da bebida, hoje.” A resposta a essa oração provavelmente virá do seu próprio interior — de uma decisão firme ou de um pedido de ajuda a um amigo leal — ao invés de algo sobrenatural, como as garrafas de bebidas alcoólicas desaparecerem do armário num passe de mágica.


Quer Deus intervenha de maneira sobrenatural ou nos dê a capacidade de obedecê-lo, confiamos em Seu caráter. Vemos uma parceria verdadeira, íntima e entrelaçada.

Uma parte importante da oração é a disposição em ser parte da resposta.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

JOVENS...

"Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos." Oséias 6:6

"E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave." Efésios 5:2



CONTANDO OS DIAS...


enfim, é sábado!

Muita alegria, comunhão, diversão, sol, piscina e descanso! Mas primeiro, fique por dentro de tudo que vai acontecer no acampatrem!


TEMA: COMO SER CRENTE EM UM MUNDO DESCRENTE?

DIVISA: I Pedro 4-9

LOCAL: Village dos Sonhos – Terra Preta

DATA: de 13 a 16/02/2010

SAÍDA IGREJA: 07hs (SÁBADO)


PROGRAMAÇÃO



SÁBADO

Chegada - Café da manhã – devocional – lazer – almoço – lazer

Noite - Culto - Pr. Daniel Lima de Deus

Noite – Árabe – Cores da Arábia Saudita / verde - (bandeira Árabe (cores - verde, vermelho, preto e branco).


DOMINGO

Café da manhã (amigo de oração) – devocional – lazer – almoço – lazer

Noite - Culto - Pr. Daniel Lima de Deus

Noite – Italiana – Cores da Itália / Vermelho, verde e branco


SEGUNDA

Café da manhã (amigo de oração) – devocional – lazer – almoço – lazer

Noite - Culto - Pr. Daniel Lima de Deus

Noite – Anos 60 (abusem da criatividade) qq coisa o google ajuda! rs


TERÇA-FEIRA

Café da manhã (amigo de oração) – devocional – lazer – almoço – lazer

Saída – 17h


O QUE LEVAR


  1. Objetos de uso pessoal (toalha de banho, lençol, cobertor, travesseiro etc.)
  2. Remédios de uso habitual
  3. Roupas nas cores dos países – Arábia – Itália e Japão.
  4. Rede para descanso
  5. Bolas, jogos de tabuleiros, dominó etc. (temos Salão de Jogos no local).
  6. Mata insetos (nada pessoal Aline)
  7. Lanterna

para mais informações escreva para jubatrem@gmail.com

MUITO OBRIGADO...



Que nosso blog possa servir de bênção na sua vida! Venha fazer parte dessa Geração!


DEVAGAR...

Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada. —2 Pedro 3:9


Se surgisse um concurso para descobrir a virtude mais popular, desconfio que a “rapidez” venceria a “superioridade.” Muitas partes do mundo parecem estar obcecadas pela velocidade. Contudo, a febre da “rapidez” não nos leva a lugar algum — rapidamente.


“Chegou a hora de desafiarmos nossa obsessão em fazer tudo com maior rapidez,” afirma Carl Honoré em seu livro Devagar (Editora Record, 2005). “A velocidade nem sempre é a melhor política.”


De acordo com a Bíblia, esse autor está certo. Pedro nos advertiu que nos últimos dias as pessoas duvidariam de Deus por parecer que Ele está demorando para cumprir a promessa da Sua volta. No entanto, Pedro destaca que esta aparente demora é algo positivo. Na verdade, Deus está demonstrando Sua paciência dando mais tempo para que as pessoas se arrependam (2 Pedro 3:9), e também sendo fiel ao Seu caráter, sendo paciente ou tardio em irar-se (Êxodo 34:6).


Nós também devemos ser tardios em irar-nos — e tardios para falar (Tiago 1:19). Segundo Tiago, a “prontidão” está reservada para os nossos ouvidos. Devemos estar prontos para ouvir. Pense em quantos problemas poderíamos evitar se aprendêssemos a ouvir — escutar de verdade, não apenas parar de falar — antes de abrir a boca.


Em meio à correria para atingir nossas metas e prazos, lembremo-nos de nos apressar em ouvir e desacelerar nossos humores e nossas línguas.

Ao ser tentado a perder a paciência com alguém, pense sobre o quanto Deus é paciente com você.

PRONTO, FALEI MESMO!!!


Priscila Lopes Marcelino


PEDIDO:
BENÇÃOS

DATA DO PEDIDO: HOJE MESMO

PRAZO DE ENTREGA: HUMANAMENTE INDEFINIDO


"No misterioso tempo de Deus, ocorrem coisas sutis que só o coração sensível apreende. Esse é o papel que a sabedoria desempenha na vida. A maturidade cristã consiste em perceber as sutilezas da vida e, em vez de ficar agitados e pensar: Não vou vencer este desafio, jamais ouvirei a voz de Deus, devemos DECIDIR, com sabedoria, aguardar pela mais leve modificação dos acontecimentos." (Ester, uma mulher de coragem e sensibilidade Charles R. Swindoll)


Este é o trecho do livro sobre a vida de Ester, onde ela é considerada uma mulher sensível para entender que o desígnio de Deus, muitas vezes, requer coragem e paciência de nossa parte para poder obedecê-los no tempo determinado por Ele. Ester certamente é um exemplo de fé a ser seguido, pois decidiu obedecer a um Deus que se mostrava “silencioso”, pois falava apenas por intermédio de profetas. No livro de Ester não vemos Deus mandando nenhum recado audível, nem nuvens se abrindo, e nem vozes de trovão saindo dessas nuvens, nem ao menos o nome de Deus é citado neste livro e mesmo assim ela tomou decisões guiadas pelo Seu Espírito.


Decidir algo geralmente é muito difícil, pois implica responsabilidade sobre nossas escolhas e, se por acaso do destino nossas escolhas forem consideradas ruins, não teremos a quem culpar. Desde Adão e Eva, nós simplesmente amamos culpar os outros pelos nossos erros. Agora imaginem decidir algo mediante o silêncio de Deus!


O silêncio de Deus ocorre, muitas vezes, no dia-a-dia, a Bíblia relata diversas histórias onde Deus se manifesta de forma sutil ou fica no silêncio de sua soberania. Quando nos deparamos com situações assim, ficamos desanimados ou agitados, querendo agir por conta própria.

Dar recita mágica, conselhos supersábios, críticas construtivas, é algo que eu poderia fazer, mas seria contraproducente, no entanto, como seguidores de Cristo vejo que podemos sim fazer algo, podemos nos colocar no lugar dos outros em meio às crises. Podemos orar, ler o BLOG, estudar a Palavra de Deus, repleta de exemplos de pessoas, que como nós enfrentaram crises, tristezas, acordaram de manhã se sentido o “Ó do Borogodó”, um verdadeiro “Zé-Ninguém” e, muitas vezes, os desfechos das histórias dessas pessoas eram guiados por Deus de forma amorosa, perfeita e conclusiva. Vemos Abraão, José, Ester, Davi, vários irmãos nossos que se debateram em seus problemas, deram cabeçadas, sofreram as conseqüências de suas precipitações, mas que quando DECIDIRAM esperar e confiar em Deus puderam sentir a delícia de ver Deus agindo, e orquestrando suas histórias.

Você pode estar pensando agora: Mas Pri, isso eu sei, o Jé fala na EBD, o Pastor explica na pregação, Lih e Ery cantam no louvor, ouço nos “Encontrinhos” da vida... Realmente você sabe e eu sei, porém na hora do silêncio de Deus, nada melhor que um amigo-irmão para segurar nossa mão, dar um colinho e repetir tudo aquilo que estamos carecas de saber! Se seu coração está “doentinho”, sua alma está manquitola, a vista curta, mente confusa, e os sonhos da sua vida estão no modo 'Stand By', DECIDA esperar e confiar em Deus buscando a sabedoria na meditação imprescindível da Sua Palavra, sensibilidade para sentir o toque sutil de Deus na sua vida, e consolo através da paciência e carinho do Espírito Santo!!


"Eu, porém, esperarei no Senhor, esperarei no Deus da minha salvação: o meu Deus me ouvirá" Miquéias 7:7