sexta-feira, 7 de novembro de 2008

PAZ SINGULAR

"Deixo-vos a paz, a minha paz voz dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize (João 14. 27)

Vivemos em um mundo conturbado. Guerras, discórdias violência, tudo isto gera uma tremenda insegurança e, às vezes, até desespero. Somo informados pelos meios de comunicação de que a maldade tem proliferado de forma a deixar a força armada das grandes e pequenas cidades completamente perplexas, alarmadas, sem ver soluções. Então, falar de paz num cenário, assim, parece até absurdo, utopia, algo inatingível. Mas já nos seus dias, as condições eram diferentes de hoje, e Jesus nos diz: "Deixo-vos a paz...". Era a confirmação do que foi dito pelo profeta Isaías, que ele é o Príncipe da Paz.

A paz de Cristo independe das circunstâncias, pois é fruto de uma comunhão profunda com ele, da certeza de que ele é Onipotente, a Rocha em que estamos firmados. Em todo os momentos, de perigos ou de bonança, sofrimento ou alegria, ele está perto e pronto a cuidar de nós.

O mundo procura dar ao homem momentos de paz através de vícios, prazeres, de um viver baseado na filosofia hedonista: "comamos e bebamos"; do gozo da vida sem preocupação com valores e leis. É o caso do Carnaval, quando as pessoas se entregam sem escrúpulo a toda parte do prazer, numa demonstração falsa de paz. Jesus diz: "Deixo-vos a Paz, a minha Paz voz dou, não vo-la dou como o mundo a ´dá". A paz enganosa do mundo desaparece no final dos festejos, deixando resultados que levam ao desespero e à perdição. A paz de Cristo é um suporte conquistado pela justificação, pela libertação do pecado. Fomos transportados do reino das trevas para o Reino da Luz, através da Graça Bendita de Jesus. E assim somos capazes de enfrentar as tempestades da vida com serenidade, consciente de que temos um Deus que nos ama e cuida de nós . Esta paz singular nos conduz vitoriosos e nos faz cantar: "Mas eu sei em Quem tenho crido! E estou bem certo que é poderoso para guardar o meu tesouro até o dia final!"

extraído do manacial

Um comentário:

regiane disse...

Migo o pianista lembra muito vc...rs
E a música é muito linda... bom sou suspeita em dizer algo neh!
rs
bjusss